Em mais uma semana de decisões, o Atlético passou pela primeira ao vencer o Brasil de Pelotas e avançar para a segunda fase da Copa do Brasil. Agora, o foco do Furacão está no primeiro duelo da semifinal do Campeonato Paranaense contra o Paraná Clube, neste sábado (16), às 16h20, na Arena da Baixada. Diante dessa maratona de jogos, o técnico Paulo Autuori tem modificado a equipe e, apesar das alterações realizadas, o treinador elogiou a manutenção da forma de jogo da equipe rubro-negra.

“De novo mexemos em três setores. Na zaga, no meio e no ataque. A estrutura eu não vou alterar de maneira alguma, você tem que respeitar as características dos jogadores. Não pode se perder a ideia do jogo e o que queremos fazer em campo, tanto na face defensiva ou ofensiva. Hoje (quarta-feira) a equipe mostrou que mesmo jogando em 50 metros no campo do adversário, não deu nenhuma chance de jogada construída deles chegarem, a não ser em bola parada”, explicou Autuori.

O treinador atleticano ressaltou a boa organização do Furacão em campo diante do Brasil de Pelotas e espera que contra o Paraná o time rubro-negro repita a dose e emplaque mais uma vitória. “Nos mantivemos organizados, isso é fundamental. Em jogos assim você se desorganiza, mas isso não aconteceu hoje. Esperamos no sábado desfrutar de outra vitória importante”, emendou o treinador.

Contrário a ideia de priorizar alguma competição, o comandante do Furacão destacou a necessidade de conseguir usar todo o grupo, mas de uma forma correta diante dessa maratona de jogos do time atleticano na temporada. “Não dá para pensar só em um jogo e para isso você tem que usar o grupo, de uma maneira sensata. Vamos pensar, avaliar, estamos passando de fase nessa maratona, atingindo objetivos e isso é ser competitivo”, detalhou Autuori.

Sem poupar

Autuori deve escalar o Atlético com força máxima contra o Paraná Clube. Jogadores como o zagueiro Paulo André, o lateral-direito Eduardo, o volante Otávio e o meia-atacante Nikão devem retornar natural ao time titular atleticano. Com isso, Vilches, Léo, Deivid e Giovanny, respectivamente, devem deixar a equipe.

Além desses quatro retornos, o técnico Paulo Autuori contará novamente com o meia Vinicius, que cumpriu suspensão diante do Brasil de Pelotas. Com isso, Pablo deve ficar como opção para o decorrer do jogo. A grande dúvida fica por conta da entrada de Walter. O jogador, que resolveu internamente a polêmica do jogo contra o Londrina, quando deixou o banco de reservas irritado antes da partida acabar, disputa a posição com André Lima, que foi o destaque ofensivo do Furacão na vitória sobre o time gaúcho.