Com quatro pontos conquistados em duas rodadas, o Atlético, com a vitória conquistada diante do San Lorenzo por 1×0, na noite desta quarta-feira (15), na Argentina, recuperou os pontos perdidos em casa no empate diante da Universidad Católica. No grupo considerado da morte, o técnico Paulo Autuori ressaltou as dificuldades encontradas diante dos adversários nos duelos realizados fora de casa e afirmou que o Furacão é o patinho feio da chave 4 da competição internacional.

Saiba como foi a vitória do Furacão sobre os gringos!

“Nós queremos vencer os jogos. Facilidade não espero em lugar nenhum, ainda mais diante de equipes como o San Lorenzo, times argentinos, que são muito fortes, que não desistem nunca, que põe tudo no jogo. Queremos crescer competitivamente. Assim que terminou o sorteio elegeram esse como o grupo da morte e nós somos o patinho feio. Foi uma boa vitória e vamos pensar no outro jogo já”, cravou o comandante do Furacão.

O lateral-direito Jonathan, contratado pelo Atlético no início deste ano, tem se destacado por suas atuações eficientes neste começo de temporada. O camisa 2 considerou a vitória justa, mas lamentou o excesso de chances perdidas nos contra-ataques. Foram pelo menos três grandes chances que poderia ter deixado a partida diante do San Lorenzo mais fácil.

“Final feliz” – Leia a coluna do Augusto Mafuz!

“O resultado foi justo. Foi uma vitória importante. Sabemos que poderíamos ter aproveitado melhor as chances que tivemos, mas o importante foi a vitória. Tivemos um resultado que não foi o esperado em casa. Somamos ponto fora e temos que somar sempre. Todos estão de parabéns e pensar que, nos próximos jogos, teremos jogos difíceis. Libertadores é isso. Nosso time tem que aproveitar melhor as chances, vamos conversar sobre isso, mas todos estão de parabéns pelo empenho. Estamos aprendendo a sofrer e a competição exige isso”, emendou o lateral atleticano.

Mudança

Pela primeira vez na temporada, o meia Lucho González atuou mais adiantado, já que Pablo foi mantido como homem de referência e Rossetto entrou para compor o setor de contenção do Atlético ao lado de Otávio. Autuori gostou do que viu e elogiou, sobretudo, a partida feita pelo jovem meia Rossetto diante do San Lorenzo.

“Temos variantes e todos os times têm que ter. O Lucho jogou mais adiantado e hoje (ontem) achamos bem. Isso acontece. O Rossetto entrou, fez um grande jogo e é um grande jogador. Vamos aproveitar no momento que acharmos necessário, dependendo da estratégia dos jogos que teremos pela frente”, arrematou o treinador.