A vitória por 1×0 sobre o San Lorenzo, quarta-feira (15), na Argentina, marcou a primeira vitória do Atlético na fase de grupos da Libertadores e fechou bem a primeira etapa da temporada do clube. O time atleticano, que teve pouco tempo de treinamento e já encarou duas fases eliminatórias pela competição internacional, terá agora quase um mês de preparação até o próximo duelo pelo torneio, diante do Flamengo, dia 12 de abril, no Rio de Janeiro.

Neste tempo a mais que terá de preparação para a próxima partida da Libertadores, o técnico Paulo Autuori vai procurar corrigir os erros cometidos até agora e, sobretudo, dar mais ritmo para alguns atletas que atuaram pouco na equipe principal. Por isso, em breve o time utilizado na competição internacional passará a atuar no Campeonato Paranaense.

“Agora, essa parada será importante para nós. Essa equipe já sabe que começará a competir no Paranaense, definimos as datas e vamos certamente crescer, corrigir os erros competidos. Vamos trabalhar muito. Ninguém precisa saber, a não ser nós mesmos, da força que temos e da capacidade que temos”, explicou o comandante atleticano.

Apesar de ainda não ter empolgado, o Atlético, nesta primeira etapa da temporada, conseguiu cumprir bem o seu papel. Com dificuldades, passou pelas duas eliminatórias da Libertadores diante do Millonarios, da Colômbia, e contra o Deportivo Capiatá, do Paraguai.

A vitória sobre os argentinos é a segunda fora de casa, uma marca importante para quem sofria jogando longe da Arena em 2016. “Vencer fora é sempre difícil, ainda mais em solo argentino, diante de qualquer tipo de time, pois eles são muito competitivos. Foi importante para nós entendermos que esse é o espírito. Não tenho dúvida que o time fica mais forte para a temporada. Começamos de uma forma difícil, tanto nas eliminatórias, como agora na fase de grupos”, comentou Paulo Autuori.

Apesar do tropeço em casa diante da Universidad Católica, semana passada, na Arena, o Furacão, com quatro pontos, está bem colocado na classificação do grupo 4 – liderando o grupo ao lado do time chileno, um ponto à frente do Flamengo.

Autuori, porém, ressaltou o caminho ainda a ser percorrido pelo Rubro-Negro para buscar a classificação. “Não se classifica com pontos perdidos e, sim, com pontos ganhos. Para nós é independente, porque sabemos o que temos que fazer. É muita presunção que, num grupo que foi eleito pelos analistas como grupo da morte, pela dificuldade das equipes envolvidas, achar que vai sair ganhando nos jogos todos. É certa presunção, não aceito isso e não permito que passe para o grupo”, acrescentou o treinador.

Destaque dentre os jogadores que foram contratados pelo Atlético neste início de temporada, o lateral-direito Jonathan comemorou este tempo a mais de preparação para o próximo compromisso pela Libertadores. O camisa 2 considera que os jogos do Estadual serão importantes para a preparação do Rubro-Negro para a sequência da competição internacional.

“Essa parada nos dá a possibilidade também de poder descansar um pouco. Isso será bem organizado pela comissão técnica. Nós, jogadores, queremos jogar todos os jogos, mas sabemos que na temporada são muitos jogos. Nosso grupo é forte e tem jogadores que precisam jogar, precisam de rodagem para suprir a ausência de alguns. Os jogos que terão pelo Estadual serão importantes para nós”, concluiu Jonathan.