A delegação do Atlético desembarcou na noite da última terça-feira (17) em Salvador, onde nesta quarta-feira (18) realiza o último treinamento para a partida contra o Vitória, que será às 20h de quinta-feira (19), no Barradão. Para este confronto, o técnico Fabiano Soares terá as voltas do lateral-esquerdo Fabrício e do volante Lucho González, que cumpriram suspensão na derrota por 2×1 para o São Paulo.

Porém, o treinador perdeu o meia Nikão, expulso na rodada passada. E é justamente nesta posição que está a maior dúvida na escalação do Furacão contra o rubro-negro baiano.

“O Fabrício é um dos grandes jogadores nossos, desde que chegou vem jogando e tem muita possibilidade de jogar. O Nikão, infelizmente não poderemos contar, o que é uma constante desde que eu cheguei, de perder jogadores por lesão ou suspensão. Mas os que estão aqui são jogadores de equipe grande e podem corresponder tranquilamente a ausência do Nikão”, afirmou o comandante atleticano.

Três nomes brigam pela vaga: Felipe Gedoz, Sidcley e Lucas Fernandes. Fabiano Soares, no entanto, não deu pistas sobre quem é o mais cotado para começar jogando.

“O Gedoz é uma possibilidade, o Sidcley, o Lucas é outra possibilidade. Temos alternativas boas em quantidade e qualidade para substituí-lo. Torcer para que não tenha mais nenhuma baixa para escolher o time mais forte possível”, escondeu ele.

Contra o São Paulo, no Pacaembu, o trio de armadores foi escalado com Sidcley, Guilherme e Douglas Coutinho, com Felipe Gedoz e Nikão entrando no intervalo. Apesar do gol marcado, Douglas Coutinho não teve uma boa atuação e pode perder a posição. Neste caso, abriria mais uma vaga.

Confira a classificação completa do Brasileirão

Assim, o provável Atlético deve ir a campo com: Weverton; Jonathan, Wanderson, Thiago Heleno e Fabrício; Pavez, Lucho González, Sidcley (Lucas Fernandes), Guilherme e Felipe Gedoz (Douglas Coutinho); Ribamar.