Ao renovar os contratos dos zagueiros Thiago Heleno e Paulo André, o Atlético contará com dois dos principais responsáveis pelo grande aproveitamento defensivo do time na disputa do Campeonato Brasileiro do ano passado, quando terminou com a defesa menos vazada da competição, ao lado do Palmeiras. Referências, experientes e ídolos do torcedor rubro-negro, a dupla espera, em 2017, repetir o sucesso e, com mais equilíbrio com o setor ofensivo, fazer deste um ano de muito sucesso para o Furacão.

“A gente sempre teve uma responsabilidade. Com a permanência, por tudo que foi feito, o torcedor reconhece isso e não aceita menos do que a gente já fez. No futebol você tem que provar e estar mostrando que tem condições. Nesse ano será assim. Vamos nos entregar mais, nos concentrar mais e nos exigir um pouco mais, até pela condição que está iniciando. Vamos focar mesmo, trabalhar bastante e, se a gente tiver forte, conseguiremos nosso objetivo”, cravou Thiago Heleno.

Mais do que as atuações regulares dos dois atletas experientes postura do sistema defensivo, nas palavras de Paulo André, deve-se à forma de trabalho passada pelo técnico Paulo Autuori.

“Quando você tem um sistema definido, quando tem um treinador que demonstra clareza nos conceitos e tem jogadores dispostos a aprender, a escutar o caminho correto a se seguir as coisas são facilitadas”, apontou ele, que lembrou do bom desempenho, mesmo com as constantes trocas no sistema defensivo atleticano.

“Teve muita troca, muita gente trocando e os resultados sempre foram positivos, com poucos gols sofridos. Quando o sistema todo aprendeu a defender, tem conceitos claros, o resultado é esse. Esperamos repetir isso em 2017, com a mesma quantidade de gols sofridos, mantendo a baixa média de gols tomados para dar tranquilidade ao torcedor e aos atacantes”, emendou.

Conhecido como o ‘General’ da Baixada, Thiago Heleno esteve próximo de deixar o clube por conta de um impasse com o Deportivo Maldonado, do Uruguai, mas acabou acertando com Rubro-Negro por quatro temporadas.

“Agora são quatro anos aqui no Atlético. Importante é que estou feliz. Se emprestado eu já dava a vida, este ano vou me empenhar ainda mais”, prometeu o defensor.

Com a contratação de mais jogadores experientes, como o meia Carlos Alberto, o lateral Jonathan e o atacante Grafite, o Atlético terá um time mais maduro, mas sempre buscando mesclar com jogadores mais novos. Para o zagueiro Paulo André, essa mescla será importante para que o Furacão continue pensando alto na temporada.

“A gente sabe a vocação do clube para formar jogador, por apostar na juventude e o clube precisa vender para poder crescer e continuar nesse rumo, com a grandeza que procura. Sem dúvida os jogadores experientes são fundamentais nesse processo, para poder sustentar os momentos mais difíceis e compartilhar conhecimento e liderança. As contratações foram muito bem feitas. Reforçamos o elenco e trouxemos jogadores de atitude e que assumem a responsabilidade. Não são apostas e sim realidades que vêm para colaborar e tentar nos levar a títulos neste ano”, enfatizou.

Presente na entrevista coletiva dos dois defensores, o presidente rubro-negro, Luiz Sallim Emed afirmou que as duas renovações significam para o clube mais do que contratações. “Fiz questão de estar aqui para reapresentá-los. Manter esses atletas é mais que uma contratação. É uma reafirmação do clube e da confiança que esses dois atletas tem. O Thiago (Heleno) e o Paulo (André) estão aqui por decisão e vontade deles, de continuar aqui conosco e isso é muito mais importante”, arrematou o cartola.