Sensação no começo do Campeonato Paulista, o técnico Sérgio Vieira foi demitido da Ferroviária nesta segunda-feira (4). O treinador, que ainda é funcionário do Atlético, teve sua saída confirmada pelo site oficial do clube paulista.

Curiosamente, o rendimento do português caiu logo após terem vazado os áudios do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, onde ele elogiava o trabalho de Vieira, cerda de 20 dias atrás. O treinador impressionou o ex-presidente. Em conversa vazada pelo juíz Sérgio Moro com o ministro da educação Edinho Silva, Lula tinha dito que o português era “um cara diferenciado” e que a “Ferroviária estava jogando bonito”. Além disso, o ex-presidente contou que tinha ficado muito impressionado com uma entrevista que tinha visto do técnico.

Porém, depois disso, o desempenho da Ferroviária não seguiu mais agradando. Dos últimos sete jogos, Vieira conseguiu vencer apenas um, caindo para a terceira posição do grupo C. A derrota em casa para o Botafogo de Ribeirão Preto, no último domingo (3), foi o estopim para a saída do técnico.

Funcionário do Atlético, Vieira foi para a Ferroviária como parte da parceria entre os dois clubes e chegou a ser cogitado este ano como substituto de Cristóvão Borges no Furacão, já que tinha atuado como interino no ano passado. Além do treinador, diversos jogadores do Rubro-Negro estão jogando no time do interior paulista, como o goleiro Rodolfo.