Atual campeão do Rally Dakar entre os carros, o espanhol Nani Roma já deu adeus à edição de 2015 do mais importante rali do mundo. Nesta quarta-feira, ele capotou várias vezes seu carro no 193.º quilômetro da especial entre Calama (Chile) e Salta (Argentina), a quatro dias do fim da competição.

Roma, que teve problemas com a bomba de óleo do seu Mini logo na primeira etapa, ficando praticamente sem chance de conquistar o título, havia se recuperado parcialmente na terça-feira, quando venceu a etapa do dia. Mesmo assim, era apenas o 25.º da classificação geral.

A organização do Dakar informou que tanto Roma quando seu copiloto, o francês Michel Perín, saíram ilesos do acidente. Eles foram atendidos de helicóptero e já se juntaram à equipe.

Faltando quatro etapas para o fim do rali, a liderança entre os carros segue com o catariano Nassser Al-Attiyah, que venceu a especial desta quarta-feira com pouco mais de 4 minutos de vantagem sobre seu principal rival, o sul-africano Giniel de Villiers (Toyota), que chegou em quarto.

Agora a diferença entre eles é de 28min22s e só parece reversível se Al-Attiyah tiver problemas. Afinal, o catariano, campeão de 2011, chegou entre os sete primeiros em todas as 10 etapas realizadas até aqui. O estreante saudita Yazeed Alrajhi (Toyota) aparece a 43min08s do líder, em terceiro.

Entre as motos, o espanhol Joan Barreda Bort (Honda), que liderou por uma semana inteira, venceu a etapa desta quarta-feira. O resultado, porém, de nada adianta depois de ele ter tido problemas mecânicos na segunda-feira, quando foi o penúltimo a completar, quase 4 horas e meia depois dos primeiros colocados.

O também espanhol Marc Coma (KTM) foi o segundo na etapa e abriu mais um pouco de distância sobre o Paulo Gonçalves (Honda), que chegou em quinto. Agora são 7min35s separando os dois principais candidatos ao título. O chileno Pablo Quintanilla (KTM) segue no terceiro lugar, agora a 31 minutos do espanhol e com o australiano Toby Price, também da KTM, na sua cola.

Depois do bom resultado desta quarta, Barreda Bort subiu do 17.º para o 15.º lugar, a 4h37s12 de Coma. O brasileiro Jean Azevedo ganhou mais duas posições e agora é o 23.º colocado.