A presença de Michael Phelps na final do revezamento 4×100 metros livre não levou os Estados Unidos a conquistar a medalha de ouro da prova no Mundial de Esportes Aquáticos, que está sendo realizado em Xangai, na China. A Austrália surpreendeu norte-americanos e franceses para vencer a disputa com o tempo de 3min11s00.

Phelps abriu o revezamento para os Estados Unidos, mas não completou a sua participação na liderança, já que foi superado pelo australiano James Magnussen, que também bateu o francês Alain Bernard. Depois, os australianos mantiveram a liderança, com Eamon Sullivan encerrando o revezamento. A França terminou em segundo lugar e os Estados Unidos em terceiro.

O Brasil ficou fora da final da prova dos 4×100 metros livre. Sem Cesar Cielo, o País foi representado nas eliminatórias por Bruno Fratus, Nicolas Oliveira, Marcos Macedo e Marcelo Chierighini. Eles concluíram a disputa com o tempo de 3min16s28 e ficaram na nona colocação. Fora da final, restou o consolo de que o resultado garantiu a classificação do País para a prova na Olimpíada de Londres.

FELIPE FRANÇA – O brasileiro Felipe França decepcionou na disputa dos 100 metros peito no Mundial de Esportes Aquáticos, que está sendo realizado em Xangai, na China. Neste domingo, ele não conseguiu se classificar para a final da prova ao terminar as semifinais apenas com o 14º melhor tempo – 1min00s73.

Nas eliminatórias, Felipe França havia registrado um tempo melhor – 1min00s01 -, que lhe garantiria na disputa de medalhas se fosse repetido nas semifinais. O norueguês Alexander Dale Oen se classificou em primeiro lugar, com 59s37. Felipe Lima foi eliminado ainda nas eliminatórias, com 1min01s37, apenas em 24º lugar.

OUTROS RESULTADOS – A disputa feminina do revezamento 4×100 metros livre foi vencida pela Holanda, com o tempo de 3min33s96. O Brasil não disputou a final, já que o quarteto formado por Tatiana Lemos Barbosa, Daynara de Paula, Flávia Delaroli-Cazziolato e Michele Lenhardt terminou as eliminatórias em 13º lugar, com 3min44s62.

A italiana Federica Pellegrini faturou a medalha de ouro na disputa dos 400 metros livre, com o tempo de 4min01s97. A versão masculina da prova foi vencida pelo sul-coreano Park Tae-Hwan, com 3min42s04. Já Daynara de Paula ficou fora das semifinais dos 100 metros borboleta ao terminar a disputa na 21ª posição.

SALTOS ORNAMENTAIS – A China terminou a disputa dos saltos ornamentais do Mundial de Esportes Aquáticos com 10 medalhas de ouro conquistadas nas dez provas realizadas. A última delas foi garantida neste domingo por Qiu Bo na disputa da plataforma de 10 metros.

POLO AQUÁTICO – A seleção brasileira masculina de polo aquático conseguiu a sua primeira vitória no Mundial de Xangai ao derrotar a África do Sul por 7 a 4 neste domingo. Assim, vai disputar o 13º lugar do torneio contra o Casaquistão na segunda-feira, às 23 horas (de Brasília).

QUADRO DE MEDALHAS – Com os resultados deste domingo, a China permanece na liderança do quadro de medalhas, com 10 de ouro – todas conquistadas nos saltos ornamentais -, 11 de prata e um bronze. A Rússia está na segunda colocação, com sete ouros, três pratas e três bronzes. O Brasil ocupa a nona posição, ao lado de Suíça, Bulgária, Holanda e Coreia do Sul, com o ouro conquistado por Ana Marcela Cunha na prova dos 25 quilômetros da maratona aquática.