Hoje a torcida do Atlético tem certa facilidade para escalar o time. Mesmo diante da alternância de comando tático (foram quatro treinadores na temporada: Miguel Ángel Portugal, Leandro Ávila, Doriva, e agora Claudinei Oliveira) pelo menos oito nomes são fáceis de cravar. Weverton é o goleiro, Sueliton e Natanael os laterais, Cleberson e Dráusio os zagueiros, Deivid e João Paulo os volantes, Marcos Guilherme um meia e Marcelo um atacante. Listei nove, crendo que dentro das opções atuais, os dois zagueiros são os titulares.

Duas vagas no time ficam em aberto. Na meia cancha Nathan foi o escolhido da última partida e no ataque Dellatorre foi titular.

Nathan ainda não pode ser considerado titular absoluto, mas Dellatorre pode se preparar para virar referência de Claudinei no time principal. O atacante fez um bom Brasileirão no ano passado e foi emprestado pelo Furacão no início desta temporada para o Queens Park Rangers, da Inglaterra. Lá não conseguiu atuar muito. Lesionou-se e voltou para o Rubro-Negro durante a Copa do Mundo. Recuperou-se e aguardou a chance. E ela veio.

“Optei pelo Dellatorre (contra o Palmeiras) porque joguei contra ele quando dirigia o Santos. É um jogador que incomoda bastante, sabe proteger a bola, que finaliza bem e briga bem pela bola. Gosto dele. Acho que um bom jogador, interessante, que se tivesse no outro time me preocuparia. Então é melhor que ele fique com a gente e preocupe o adversário”, contou Claudinei Oliveira.

Além do ganho por todas as qualidades mencionadas por Claudinei, Dellatorre deixa o time mais alto, uma das grandes carências da equipe. “Nosso time é muito baixo e se eu ponho o Mosquito, nas bolas paradas temos dificuldades. Então apostamos nele”, disse o técnico, sem desmotivar o jovem atacante na briga por uma brecha. Mesmo assim, deixa clara sua predileção.

“O Mosquito vai ter o momento dele. A gente sabe da qualidade dele, conhece o trabalho dele das categorias de base.

O Dellatorre comigo não tem porque não ter oportunidades. Sabemos que tem que dar sequência para ele. Acho que vai ajudar bastante”, completou o treinador.

Paraná Online no Google Plus

Paraná Online no Facebook