O técnico Paulo Autuori festejou a vitória do Atlético Mineiro por 2 a 1 sobre o Independiente Santa Fé, na noite de quarta-feira, no Independência, pela segunda rodada do Grupo 4 da Copa Libertadores, e destacou a importância do triunfo sobre o time colombiano, apontado como adversário mais difícil da chave. Além disso, ele elogiou a força física do seu time, que definiu a partida apenas aos 41 minutos do segundo tempo, com o gol marcado por Neto Berola.

“A vitória foi muito importante, contra uma equipe bem experiente, que se comporta muito bem fora de casa e não se apavora mesmo debaixo de pressão. Então, acho que foi uma grande vitória do Atlético, mesmo vindo de um jogo difícil contra o América. Hoje, a performance física dos atletas foi extraordinária e só assim pudemos sair com essa vitória”, avaliou.

Na noite de quarta-feira, o Atlético-MG dominou o primeiro tempo, ficou com um jogador a mais em campo após a expulsão de Medina antes do intervalo, mas acabou sofrendo o primeiro gol da partida, marcado por Pérez, aos 14 minutos da etapa final. A reação do time, porém, foi imediata, com o gol de Jô, aos 16.

Autuori destacou a importância do time não ter demorado para arrancar o empate. “A gente foi feliz porque o gol saiu logo em seguida e já tínhamos feito por merecer o gol. Mas a equipe teve paciência, não se desesperou e abriu bem o jogo, sem afunilar as jogadas”, acrescentou.

Com a vitória, o Atlético-MG lidera o Grupo 4 da Libertadores com seis pontos. Agora, o time volta as suas atenções para o Campeonato Mineiro, pois vai enfrentar o Villa Nova no próximo sábado, às 18h30, em Nova Lima, pela oitava rodada.