Num confronto direto na luta para não cair para a Série B, o Avaí derrotou o Guarani por 1 a 0, na noite deste sábado, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis. Apesar da importante vitória em casa, o time catarinense segue na zona de rebaixamento do Brasileirão.

O Avaí já somava seis jogos sem vitória no Brasileirão – foram quatro derrotas e dois empates. Mas conseguiu acabar com o jejum neste sábado, chegando aos 33 pontos, agora em 18º lugar. O Guarani, por sua vez, aparece na 16ª colocação, com 35 pontos em 32 rodadas.

Jogando em casa, o Avaí teve extrema dificuldade para superar a fechada defesa adversária, o que chegou a irritar sua torcida. Mas o time catarinense conseguiu abrir o placar aos 27 minutos, quando o atacante Vandinho lançou para o lateral Eltinho cabecear.

Diante de um adversário fragilizado, que se limitava aos contra-ataques, o Avaí sustentou com segurança a vantagem no primeiro tempo. E ainda teve boa chance para ampliar, mas o goleiro Emerson fez grande defesa no chute do zagueiro Cleyton.

Mesmo irregular nos primeiros minutos da etapa final, o Avaí soube conter certos lampejos de reação do Guarani. Depois, logo tomou o controle da partida. E até o final o que se viu, para a irritação da torcida da casa, foi um verdadeiro festival de chances desperdiçadas.

O Avaí teve inúmeras chances até para chegar a uma goleada, mas a ineficiência de seu ataque ficou evidenciada na falta de pontaria dos jogadores. Mesmo assim, o time catarinense conseguiu a vitória e ganhou ânimo para lutar contra o rebaixamento.

FICHA TÉCNICA:

Avaí 1 x 0 Guarani

Avaí – Renan; Émerson Nunes, Cleyton (Pará) e Emerson; Patric, Diogo Orlando, Rudnei (Batista), Caio e Eltinho; Robinho e Vandinho (Danielzinho). Técnico: Vagner Benazzi.

Guarani – Emerson; Rodrigo Heffner (Diego Barbosa), Aílson, Aislan e Márcio Careca; Renan, Paulo Roberto, Maicon, Vitor Júnior (Rodrigo Cesar) e Moreno; Reinaldo (Ricardo Xavier). Técnico: Vagner Mancini.

Gol – Eltinho, aos 27 minutos do primeiro tempo.

Árbitro – Carlos Eugênio Simon (RS).

Cartões amarelos – Eltinho, Diogo Orlando e Maicon.

Renda – R$ 28.445,00.

Público – 10.873 pessoas.

Local – Estádio da Ressacada, em Florianópolis.