O Avaí pode, finalmente, sair da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, às 16 horas, no Recife, vai enfrentar o Sport, no estádio da Ilha do Retiro, pela 23.ª rodada. Se voltar para Santa Catarina com os três pontos na bagagem, o time catarinense pode até atingir o seu objetivo. Para quem não perde há cinco jogos, seria um prêmio deixar a zona de degola após três meses.

“O segredo é manter a mesma pegada, a mesma aplicação e sempre tentar a superação. É ter consciência de nossas limitações e respeitar muito todos os adversários”, explicou o técnico Claudinei Oliveira.

Mas a caminhada tem sido dolorosa. Desde que perdeu para o Atlético Mineiro na quinta rodada, por 1 a 0, em Belo Horizonte, o Avaí não sabe o que é estar fora da zona de rebaixamento. São 18 jogos brigando contra as últimas posições do campeonato.

A vitória por 1 a 0 em cima da Chapecoense no último final de semana levou o time aos 25 pontos, na 18.ª posição, igualado com a própria equipe de Chapecó (SC), em 17.º, e com o Vitória, primeiro time fora da degola.

Claudinei Oliveira já adiantou uma mudança no time titular. Sem o zagueiro Alemão, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o lateral-direito Airton deve ser improvisado. Durante a pausa para as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, o técnico fez o teste. De acordo com ele, o substituto tem tudo para dar conta do recado. Tanto que recebeu muitos elogios. “É técnico, bom no jogo aéreo e também tem velocidade”.