A bielo-russa Victoria Azarenka e a norte-americana Serena Williams avançaram neste sábado às oitavas de final do Aberto da Austrália e seguem na rota para se enfrentarem nas semifinais. Número 1 do mundo e atual campeã do primeiro Grand Slam da temporada, Azarenka teve muitas dificuldades, mas venceu a norte-americana Jamie Hampton, 63ª colocada no ranking da WTA, por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 4/6 e 6/2, em 2 horas e 9 minutos.

Agressiva, a norte-americana terminou o jogo com 41 winners, mas também com 47 erros não-forçados. Já Azarenka teve 28 equívocos e 17 bolas vencedoras. O início do jogo, porém, não indicava que a bielo-russa teria tantas dificuldades. Ela chegou a abrir 5/1, mas permitiu a reação de Hampton, que venceu três games seguidos. A bielo-russa conseguiu uma quebra de serviço no 10º game e fechou a parcial em 6/4.

A norte-americana, porém, não se abateu. Hampton conseguiu uma quebra de saque no primeiro game e controlou a parcial, mesmo tendo recebido atendimento médico por causa de dores nas costas, e venceu por 6/4. No terceiro set, a norte-americana não manteve o mesmo ritmo e foi batida por Azarenka por 6/2.

Nas oitavas de final, a bielo-russa vai enfrentar a russa Elena Vesnina, número 47 do mundo, que neste sábado venceu a italiana Roberta Vinci, 16ª colocada no ranking da WTA, por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 7/6 (7/4) e 6/4. A russa está embalada pelo título do Torneio de Hobart, na preparação para o Aberto da Austrália, mas perdeu os três jogos que fez com Azarenka.

Ao contrário da bielo-russa, Serena avançou com facilidade no Aberto da Austrália. Assim, segue na luta pelo seu terceiro título de Grand Slam consecutivo e pela sua sexta conquista em Melbourne. Neste sábado, a número 3 do mundo superou a japonesa Ayumi Morita, 72ª colocada no ranking da WTA, por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/3, em 1 hora e 6 minutos.

Serena só levou um susto na partida no começo do segundo set, quando chegou a estar perdendo por 3/0 para Morita, mas não teve problemas para derrotar a japonesa em um confronto em que registrou um saque com a impressionante velocidade de 207km/h. Além disso, não deu sinais de que a torção no tornozelo, sofrida na primeira rodada, a incomodou.

Nas oitavas de final em Melbourne, Serena terá pela frente a russa Maria Kirilenko, número 15 do mundo, que neste sábado venceu a belga Yanina Wickmayer por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/4) e 6/3. A norte-americana está em vantagem de 5 a 0 no confronto direto.

Também neste sábado, a dinamarquesa Caroline Wozniacki se garantiu nas oitavas de final do Aberto da Austrália. A ex-número 1 do mundo e atual 10ª colocada no ranking da WTA venceu a ucraniana Lesia Tsurenko, 85ª colocada, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/3, em 1 hora e 19 minutos.

Para vencer, Wozniacki se aproveitou do excesso de erros não-forçados de Tsurenko – 48. Nas oitavas de final, a dinamarquesa, que nunca venceu um torneio do Grand Slam, vai encarar a russa Svetlana Kuznetsova, ex-número 2 do mundo e atual 75ª colocada no ranking da WTA, que bateu a espanhola Carla Navarro por 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 4/6 e 6/3.

A japonesa Kimiko Date-Krumm, de 42 anos, foi eliminada na terceira rodada do Aberto da Austrália ao perder para a sérvia Bojana Jovanovski, de 21 anos, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 7/6 (7/3). Nas oitavas de final, a número 56 do mundo vai encarar a norte-americana Sloane Stephens, que venceu a britânica Laura Robson, algoz da checa Petra Kvitova (7/5 e 6/3).