O pivô brasileiro Rafael Araújo, o Baby, foi suspenso por 2 anos pelo uso de doping durante a disputa do 14.º Campeonato Mundial de Basquete Masculino, setembro, em Indianápolis, nos Estados Unidos. Convocado de última hora pelo ténico Hélio Rubens, para o lugar do contundido Nenê, o jogador de 22 anos pouco atuou na competição, mas foi flagrado no exame antidoping – a substância encontrada em seu organismo foi a nandrolona, um esteróide anabolizante.

A Federação Internacional de Basquete (Fiba) informou a Confederação Brasileira da punição ontem. Segundo a entidade, Baby só poderá voltar a jogar competições oficiais no dia 10 de setembro de 2004, pois ele foi flagrado no jogo contra a Espanha, durante a disputa do 5.º lugar do Mundial.

Como atua nos Estados Unidos, país onde as competições não são ligadas à Fiba a USA Basketball é quem manda , Baby tem chances de continuar jogando pela Universidade Brigham Young onde está há um ano. Mas suas atividades ficariam restritas aos EUA, já que todas as outras entidades são subordinadas à Federação Internacional.