O Bahia desperdiçou grande chance de dormir na vice-liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. O time fez um bom primeiro tempo, mas acabou cedendo o empate ao Atlético-GO, por 1 a 1, em partida realizada na noite desta sexta-feira, pela 19ª rodada, a última do primeiro turno. O clube goiano segue em boa fase e invicto desde que Gilberto Pereira assumiu o comando técnico.

Com o resultado, o Bahia vai para o seu quarto jogo sem derrotas, mas fica estacionado na quarta colocação, com 33 pontos, a quatro do seu arquirrival Vitória, que está na liderança. O Atlético-GO, por sua vez, não sabe o que é perder há seis rodadas e, com 23 pontos, segue com uma leve folga da zona de rebaixamento. São quatro vitórias e dois empates.

O visitante apostou num jogo mais defensivo no primeiro tempo. Esperou o Atlético-GO e foi saindo aos poucos. Cicinho comandava o lado direito de campo e apostava nas tabelas com Tiago Real, mas o gol só saiu de bola parada. Após cobrança de escanteio, Alexandro cabeceou como manda o figurino. A bola quicou no chão e parou apenas no fundo das redes do goleiro Márcio.

O Atlético-GO voltou melhor para a segunda etapa e foi logo atrás do empate. Logo aos seis minutos, Arthur ajeitou para Junior Viçosa, que bateu forte no meio do gol, facilitando a vida de Douglas Pires. Aos 28 minutos, não teve jeito. Jorginho aproveitou a bola alçada dentro da área para deixar tudo igual, bem quando o Bahia estava equilibrando as ações.

Na próxima rodada, o Bahia enfrenta o América-MG no sábado, às 16h30, na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA). Já o Atlético-GO visita o Boa no mesmo dia e horário, no Estádio do Melão, em Varginha (MG).

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 1 X 1 BAHIA

ATLÉTICO – Márcio; Éder Sciola, Marcus Winícius, Samuel e Danilo Tarracha (Geraldo); Anderson Pedra, Pedro Bambu e Jorginho; Willie (Juninho), Arthur e Júnior Viçosa (Washington). Técnico – Gilberto Pereira.

BAHIA – Douglas Pires; Cicinho, Robson, Jailton e Vitor; Yuri (Wilson Pittoni), Souza, Tiago Real e Eduardo (Rômulo); Zé Roberto (Maxi Biancucchi) e Alexandro. Técnico – Sérgio Soares.

GOLS – Alexandro, aos 32 minutos do primeiro tempo; Jorginho, aos 28 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Marcus Winicius e Éder Sciola (Atlético); Yuri, Maxi Biancucchi e Victor Costa (Bahia).

ÁRBITRO – Leandro Bizzio Marinho (SP).

RENDA – R$ 37.270,00.

PÚBLICO – 1.814 pagantes.

LOCAL – Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).