Bahia e Coritiba não saíram do 0 a 0 na noite desde domingo, feriado de 7 de setembro, em partida válida pela 19.ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena Fonte Nova, em Salvador. O resultado foi muito ruim para as duas equipes, que continuam em situação delicada.

O Bahia segue na penúltima posição, com 17 pontos, só à frente do arquirrival Vitória, que é o último, com 15. O Coritiba também tem 17 pontos, mas fica à frente do Bahia, em 18.º lugar, pelo saldo de gols (-4 a -6). O Palmeiras, primeiro fora da zona de degola, tem 19 pontos.

O jogo aconteceu com os portões da Fonte Nova fechados, sem a presença de torcida. O Bahia cumpria punição devido a uma confusão que aconteceu no mês de maio, quando o estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana (BA), ficou superlotado para uma partida diante do Santos.

Neste domingo, durante todo o primeiro tempo, o Bahia jogou aquém da sua capacidade e necessidade, sem atacar, enquanto o Coritiba se mostrava mais eficiente.

O ponto polêmico da partida aconteceu aos 29 minutos, quando o juiz marcou pênalti a favor do Coritiba: acionado, Zé Eduardo foi deslocado por Lucas Fonseca fora da área. O árbitro errou na marcação e apontou como se a infração tivesse ocorrido dentro da área. No entanto, após muita pressão do time tricolor, a arbitragem voltou atrás e marcou apenas falta.

O Coritiba voltou a campo pressionando, na segunda etapa, e o jogo ficou mais animado, com tentativas de gol de um lado e outro. Aos 9 nove minutos, com Lomba fora do gol, Gil chutou cruzado, mas Lucas Fonseca salvou, evitando que o Coritiba inaugurasse o placar.

Aos 16 minutos, foi a vez do Bahia levar perigo, com Rhayner, que recebeu passe na lateral da área e concluiu cruzado, mas Vanderlei faz boa defesa. Outras tentativas ocorreram, mas ninguém finalizou.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 0 X 0 CORITIBA

BAHIA – Marcelo Lomba; Roniery, Lucas Fonseca, Titi e Pará; Fahel, Rafael Miranda, Léo Gago e Diego Macedo; Rhayner e Kieza. Técnico – Gilson Kleina.

CORITIBA – Vanderlei; Norberto, Leandro Almeida, Welinton e Carlinhos; Gil, Rosinei, Robinho, Élber e Martinuccio; Zé Eduardo. Técnico – Marquinhos Santos.

ÁRBITRO – Francisco Carlos do Nascimento (AL).

CARTÕES AMARELOS – Roniery, Henrique, Kieza, Carlinhos, Pará, Wellington e Norberto.

RENDA E PÚBLICO – Não houve (jogo com portões fechados).

LOCAL – Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).