Divulgação
Secretário Neivo Beraldin e o superintendente professor Rudimar Fedrigo visitam obras da construção do novo espaço da comunidade.

A Prefeitura começou a construção do Centro Vida Ativa Bairro Novo, equipamento de esporte e lazer com duas piscinas públicas. O Vida Ativa será entregue ainda neste ano e atenderá cerca de 140 mil pessoas, com aulas de natação e outras atividades esportivas.

?O Centro Vida Ativa, fruto de um trabalho conjunto das secretarias do Esporte e Lazer, da Saúde e da Fundação de Ação Social, será um equipamento que trará qualidade de vida para a população da região?, disse o secretário do Esporte e Lazer, Neivo Beraldin, que visitou as obras nesta segunda-feira.

O novo equipamento faz parte de um projeto da Prefeitura para implantar piscinas públicas nas nove administrações regionais da cidade, oferecendo natação, hidroginástica e hidroterapia, além de aulas de educação física e espaços de atendimento para a Fundação Ação Social. ?O objetivo é tornar mais acessível a prática da natação aos curitibanos, conforme determinação do prefeito Beto Richa. Com os centros Vida Ativa, pessoas que nunca tiveram acesso a uma piscina poderão usufruir deste serviço como forma de esporte e lazer?, afirmou Beraldin.

O Vida Ativa do Bairro Novo terá uma área de 2.645 metros quadrados e 517 metros quadrados de piscinas. O projeto, feito com consultoria do nadador e ex-atleta olímpico Gustavo Borges, prevê vestiários, duas piscinas aquecidas e duas áreas de múltiplo uso para aulas teóricas, palestras, ginástica e aquecimento. Uma das piscinas será semi-olímpica, com 25 metros de comprimento, oito raias e 1,3 metro de profundidade. A outra terá 10 metros por 10 metros, e 1,1 metro de profundidade, destinada para hidroginástica, hidroterapia e aprendizagem infantil.

As novas piscinas ampliarão as vagas em natação, atualmente oferecidas pela Prefeitura na Praça Oswaldo Cruz e na Praça Ouvidor Pardinho. Serão mais dois mil alunos por mês, reunindo serviços de hidroginástica e hidroterapia em um mesmo local. Também já estão definidos os projetos de mais dois centros Vida Ativa, no Boa Vista e no Cajuru.