A Itália pode ter que enfrentar o México, domingo, na sua estreia na Copa das Confederações, sem o seu jogar mais importante. Mario Balotelli, único atacante do time titular, sentiu uma lesão muscular e precisou deixar mais cedo o treino desta sexta-feira, num campo anexo ao Engenhão.

O jogador do Manchester City sentiu uma contratura no bíceps femoral da coxa direita durante a atividade. “Por precaução, não jogou a parte final do treino. Veremos como estará amanhã (sábado), mas ele não sofreu um estiramento. Preferimos evitar que se agravasse o problema. Não é um problema grave, então estou otimista de que possa se recuperar”, disse o médico da seleção italiana, Enrico Castellacci.

O treino da Itália nesta sexta-feira, no Engenhão, foi fechado para a imprensa. Os jornalistas, porém, puderam ver Balotelli seguir para o vestiário ao fim da atividade, andando sem indicar fortes dores.

Se confirmar a escalação de Balotelli, a Itália enfrentará o México neste domingo, no Maracanã, com a seguinte escalação: Buffon; Abate, Barzagli, Chielini e De Sciglio; De Rossi, Pirlo e Montolivo; Marchisio e Giaccherini; Balotelli. O esquema é o 4-3-2-1, que o técnico Carlo Ancelotti usava muito no Milan da época de Kaká e era chamado de “árvore de Natal”.