O Barcelona emitiu neste sábado um comunicado em defesa de Neymar e seu pai, referente à confusão que houve com os jornalistas espanhóis na madrugada. O pai de Neymar discutiu com repórteres da imprensa espanhola, na saída da festa de aniversário de 24 anos do filho, em Barcelona.

“Depois de analisado o incidente que aconteceu na madrugada deste sábado entre um grupo reduzido de jornalistas e o pai do jogador de nossa primeira equipe Neymar Jr., o Barcelona exige respeito pela vontade das pessoas que são parte da entidade quando negam fazer comentário e responder perguntas, ainda mais quando estão em seu tempo livre”, informou.

“O direito à informação vai até a obrigação de respeitar a liberdade das pessoas e as mínimas normas de educação. O clube tomará medidas que visam proteger esses direitos básicos para convivência”, finalizou.

A discussão teve início quando o pai de Neymar foi abordado por repórteres ao deixar a discoteca Nuba. Era uma hora da manhã, segundo o jornal espanhol AS. Incomodado com a presença dos jornalistas, Neymar pai pediu para que deixassem seu filho e a família “em paz”.

“Vocês não conseguem deixar ninguém em paz? Neymar não pode se divertir um pouco? Por favor, um pouquinho de paz…”, afirmou no vídeo publicado pelo AS. Os repórteres responderam afirmando que pretendiam parabenizar o atacante do Barcelona pelo seu aniversário de 24 anos.

O pai de Neymar ironizou o pedido dos jornalistas e até sacou o celular para que pudesse fazer um vídeo com as mensagens de parabéns dos repórteres. “Quer felicitar meu filho? Deixe-nos um pouco. Você não quer felicitar meu filho. Se quiser, o deixe em paz”, declarou, ao guardar o celular.

Na sequência do vídeo, o pai de Neymar se afasta em direção ao seu carro e é seguido pelos repórteres. Cada vez mais irritado, desiste de conversar com os jornalistas e diz que a situação é uma “vergonha”. No entanto, se volta novamente às câmeras, mais irritado. A imagem do vídeo fica escura. Mesmo assim, é possível ouvir o pai de Neymar reclamando que teria sido tocado por algum repórter.

Na sequência, é possível ouvir um barulho, como se uma câmera tivesse se chocado com o chão. De acordo com o jornal espanhol, foi neste momento que o pai de Neymar teria agredido os repórteres. As imagens, contudo, não mostraram nada.