A torcida do Barcelona esperava festa e goleada no Camp Nou, mas assistiu a uma atuação desastrosa de sua equipe contra o Alcoyano, da terceira divisão, em jogo que valia vaga nas oitavas-de-final da Copa do Rei. O empate por 2 a 2 serviu para a classificação, já que o time venceu o jogo de ida por 3 a 0, mas o resultado foi uma decepção para a torcida, ainda que o time tenha entrado em campo com um bando de reservas.

Ezquerro marcou dois gols em dez minutos, mas o mistão do Barça parou e cedeu o empate no segundo tempo, gols de Perona e Arnau. O técnico Frank Rijkaard, com o cargo em risco, admitiu que foi uma "besteira" não vencer a partida.

O Real Madrid também passou um apuro: eliminou o Alicante, também da terceira divisão, com uma magra vitória por 2 a 1, graças a um gol de Guti aos 47 minutos do segundo tempo – o jogo de ida havia sido 1 a 1, também com o gol do Real marcado nos acréscimos.

O Atlético de Madrid foi outro que decepcionou, empatando por 1 a 1 com o Granada 74, em casa – só se classificou graças à vitória por 2 a 1 sobre o time da segunda divisão fora de casa. Mas foi o Sevilla que quase deu o maior vexame: venceu o Denia, também da terceira divisão, por 4 a 3, com uma virada épica, graças a gols de Chevanton e Kanoute marcados nos últimos minutos. Com o empate por 1 a 1 na partida de ida, só a vitória interessava ao atual campeão da Copa do Rei, que saiu na frente com Luis Fabiano, foi para o intervalo com 2 a 0 de vantagem, levou a virada no segundo tempo e conseguiu a classificação depois de uma pressão incrível em cima do rival.