A maior competição do voleibol de base do Brasil, a Taça Paraná Asics de Voleibol, encerrou ontem, em Curitiba, depois de cinco dias de disputa em sete ginásios espalhados pela cidade.

Com a definição dos campeões, a 12.ª edição da Taça Paraná encerra com um saldo total de 415 jogos disputados em quatro categorias.

Na categoria mirim, o título no masculino ficou com o Fluminense, que chegou ao bicampeonato e, no feminino, quem levou a melhor foi a equipe do Tijuca Tênis Clube, também do Rio de Janeiro. Na infantil, a equipe da Sogipa ficou com o título no masculino e o Fluminense, no feminino, comemorou o tricampeonato. Na categoria infanto juvenil, o ouro foi para o Tijuca Tênis Clube no masculino e o Fluminense ganhou a medalha dourada no feminino. Fechando a disputa, a categoria juvenil, que estreou neste ano na Taça Paraná, premiou a equipe do Paraná Clube/Unibrasil com o ouro. A equipe da Unibrasil, comandada pelo técnico China, foi a única paranaense a conquistar um título nesta edição do campeonato.

Foram ao todo 118 equipes disputando o título. A categoria mirim foi a que reuniu o maior número de times, num total de 39. A infantil teve um total de 37 equipes nos naipes masculino e feminino. A infanto juvenil contou com a participação de 34 times e a juvenil, que estreou neste ano na Taça, teve 8 equipes inscritas no torneio.
o presidente da Federação Paranaense de Voleibol, Neuri Barbieri, exaltou a qualidade da organização e destacou a participação paranaense no torneio. “Este ano a Taça chegou a um nível muito maior na parte organizacional, o que refletiu diretamente na qualidade dos jogos, e das próprias equipes. Fiquei feliz também com a participação das equipes paranaenses, que mostraram qualidade e estiveram presentes em grande parte das semifinais e finais. Desenvolver no voleibol de base sempre foi uma preocupação da FPV e a Taça Paraná nos permite colocar em prática o planejamento de um ano inteiro”, destacou Neuri.