O brasileiro Thomaz Bellucci passou com tranquilidade pela primeira rodada do qualifying para o US Open, quarto e último Grand Slam da temporada. Nesta terça-feira, o número 2 do Brasil precisou de apenas 46 minutos para vencer o italiano Giancarlo Petrazzuolo por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/0. Na busca pela vaga na chave principal do torneio, Bellucci deve ter mais dificuldade na segunda rodada do classificatório.

Depois de encarar na estreia apenas o número 387 do mundo, Bellucci enfrentará o jovem búlgaro Grigor Dimitrov, 266.º do ranking. Atualmente na 68.ª posição da ATP, o brasileiro terá que superar o vigor físico do jogador de apenas 18 anos. Considerado uma das recentes revelações do tênis europeu, ele passou nesta terça pelo alemão Tobias Kamke, com boa vitória por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 7/5.

Se vencer a partida contra Dimitrov, que deve acontecer nesta quinta-feira, Bellucci ficará a uma vitória de disputar o US Open pelo segundo ano consecutivo. A seu favor, conta o bom momento pelo título recente no Torneio de Gstaad, na Suíça, o mais importante na carreira do tenista de 21 anos. Além disso, em 2008, Bellucci chegou a avançar até a segunda rodada da chave principal, caindo para o argentino Juan Martín Del Potro.

Além de Bellucci, outros três tenistas brasileiros entraram em quadra nesta terça pelo qualifying do US Open. O único a vencer foi Daniel Silva, que derrotou o italiano Riccardo Ghedin de virada, por 2 sets a 1 (4/6, 6/3 e 7/6 (9/7)). Pela segunda rodada, ele enfrenta o austríaco Stefan Koubek. Já João Souza perdeu por 2 a 0 (6/3 e 6/4) para o suíço Marco Chiudinelli, enquanto Eric Gomes caiu também por 2 a 0 (6/4 e 6/1) para o sul-africano Izak Van Der Merwe.