Com dificuldades neste início de ano, Thomaz Bellucci terá uma missão complicada logo em sua estreia no Masters 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos. O número 1 do Brasil vai enfrentar na primeira rodada o australiano Bernard Tomic, uma das revelações do tênis nas últimas temporadas.

A partida, que ainda não tem data confirmada, pode marcar a reabilitação do brasileiro na temporada. Em cinco torneios disputados neste ano, Bellucci só conseguiu passar da estreia em duas ocasiões, acumulando derrotas diante de adversários de pouca ou nenhuma expressão no circuito.

Contra Tomic, Bellucci disputou apenas uma partida e levou a melhor, no ano passado, em Stuttgart. O australiano, porém, vive boa fase neste ano, apesar de ocupar somente o 45º lugar do ranking. Ele faturou seu primeiro título na ATP em janeiro deste ano e bateu o número 1 do mundo Novak Djokovic na Copa Hopman, no mesmo mês.

A chave de Indian Wells contará ainda com os principais tenistas do circuito. Djokovic vai estrear direto na segunda rodada, assim como os demais favoritos ao título. Em sua primeira partida, o sérvio vai encarar o vencedor do jogo entre o italiano Fabio Fognini e o esloveno Aljaz Bedene.

Se alcançar a semifinal, Djokovic poderá cruzar com o escocês Andy Murray, que tem chances de desbancar Roger Federer da segunda colocação do ranking. Para tanto, precisa faturar o título ou torcer por uma queda precoce do suíço, atual campeão do torneio.

Caso confirme o favoritismo nas primeiras partidas, Federer pode cruzar com o espanhol David Ferrer na semifinal. Antes disso, o suíço poderá cruzar com o rival Rafael Nadal nas quartas de final. Os dois tenistas não se enfrentam numa fase que não seja final ou semifinal desde 2004, quando Nadal levou a melhor na rodada de abertura em Miami, no primeiro confronto entre os dois.

Na estreia, Federer vai cruzar com o vencedor do confronto entre o usbeque Denis Istomin e um tenista do qualificatório. Nadal, por sua vez, fará seu primeiro jogo em Indian Wells contra o vitorioso do duelo entre o local Ryan Harrison e japonês Go Soeda.