O britânico Andy Murray foi surpreendido nesta sexta-feira e caiu nas quartas de final do Masters 1000 de Cincinnati. O número 2 do mundo viu acabar o sonho do tricampeonato no torneio ao ser eliminado pelo checo Tomas Berdych com certa facilidade, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4, em pouco mais de uma hora e meia de partida.

A eliminação comprova a má fase recente de Murray. Na semana passada, o britânico caiu na terceira rodada do Masters 1000 de Montreal para o letão Ernests Gulbis. Era a primeira participação dele em um torneio desde o título em Wimbledon, após um mês sem atuar.

Já Berdych, número 6 do mundo, volta a disputar uma semifinal após três meses e novamente em um Masters 1000. A última vez que o checo havia chegado nesta fase em um torneio da ATP foi em Roma, em maio, quando acabou eliminado diante do espanhol Rafael Nadal, que seria o campeão.

Nadal, aliás, pode ser novamente o adversário de Berdych na semifinal em Cincinnati, que será disputada no sábado. O espanhol joga ainda nesta sexta com o suíço Roger Federer e quem avançar terá pela frente o checo na briga por uma vaga na decisão. Juan Martin Del Potro e John Isner fazem a outra semifinal.

Nesta sexta, Berdych não teve maiores dificuldades para se impor diante de Murray. Aproveitando-se do excesso de erros do britânico, o checo conseguiu duas quebras, apesar dos 10 aces do adversário, e fechou a partida, encerrando o sonho do cabeça de chave número 2 de chegar ao terceiro título em Cincinnati, após as conquistas de 2008 e 2011.