A seleção brasileira masculina de vôlei está classificado às semifinais da Liga Mundial, mas os triunfos por 3 sets a 2 sobre Argentina e Sérvia deixaram o técnico Bernardinho em alerta. Para ele, a equipe precisa ser mais consistente para faturar o título da competição, que tem a sua fase final sendo disputada na cidade de Córdoba.

“Temos que buscar um nível de jogo mais consistente. Treinamos muito bem, mas não estamos conseguindo colocar em prática o que treinamos. O que importa é que conseguimos a classificação para a semifinal. Estamos vendo todas as equipes jogando com raça e coração, mas todas estão sofrendo para vencer, tanto que dos três dos quatro jogos até agora, foram para o tie break. O que vi de bom é que no momento decisivo, a equipe jogou bem”, afirmou.

Bernardinho ressaltou que a folga nesta sexta-feira será fundamental para corrigir os erros do Brasil, que voltará a jogar no sábado. “Vamos aproveitar para rever nossos erros porque temos que apresentar mais consistência, já que um jogo de semifinal necessita de mais constância. Nossas dificuldades contra a Sérvia foram nítidas. O time tem que tentar mudar a postura. Eles são jovens, mas têm que entender que vão não irão encontrar facilidades durante as partidas”, disse.

O treinador explicou as alterações realizadas que levaram o Brasil a reverter a vantagem de 2 sets a 1 da Sérvia na noite de quinta-feira. “O Giba entrou para dar alma à equipe. Perdemos o Serginho que é muito experiente e faz falta nesses momentos. O Sidão entrou muito bem e já era uma substituição que vínhamos pensando em fazer, porque ele está em ótima forma. O Marlon eu botei porque é um jogador que os adversários conhecem menos o seu jogo, e ele podia mudar o ritmo”, disse.