A seleção brasileira de vôlei inscreveu um segundo líbero para as finais da Liga Mundial, que serão disputadas entre amanhã e o próximo domingo, em Córdoba, na Argentina. Maurício, eleito melhor jogador do Mundial Juvenil do ano passado, será o reserva de Mário Júnior.

O curioso é que Maurício não é líbero de origem -atua normalmente como ponteiro. “A opção pelo Maurício foi porque ele cumpre melhor essa função que os outros”, explicou Bernardinho ao site da Confederação Brasileira de Vôlei. “Nunca pensei em jogar como líbero. Será uma nova experiência e a minha intenção é ajudar o time, sempre. O que eu puder fazer para contribuir com as vitórias para o Brasil, farei”, disse o eleito, de 21 anos.

Com a ausência de Serginho devido a uma hérnia de disco, Bernardinho só usou Mário Júnior como líbero na primeira fase da Liga. No entanto, a inscrição de dois jogadores da posição foi uma imposição da Federação Internacional de Vôlei. Dessa forma, o oposto Wallace e o meio de rede Tiago Barth, que participaram da etapa classificatória, foram cortados.

O Brasil estreará na fase final da Liga nesta quarta-feira, contra a Argentina, às 21 horas (de Brasília). Ontem, o time fez seu primeiro treino em Córdoba, e sob muito frio: temperatura média de 2ºC.