O técnico Bernardinho vai manter o rodízio de jogadores na seleção masculina de vôlei que vai enfrentar duas vezes a Itália, fora de casa, no próximo fim de semana, pela Liga Mundial. O treinador vai poupar o levantador William Arjona, dando oportunidade a Rapha, que não jogou na semana passada, contra a Sérvia.

“Esse revezamento é muito interessante. Sempre foi mais ou menos assim. Vários levantadores sempre tiveram sua chance e o mais importante é o Brasil estar bem. São três levantadores contribuindo da melhor maneira possível para o grupo, é uma competição extremamente saudável, e, na minha opinião, quem tem a ganhar somos nós e, claro, a seleção brasileira”, diz Rapha.

O veterano, de 36 anos, não enfrentou a Sérvia em Novi Sad, na semana passada, ficou treinando CT do Vôlei, em Saquarema. Além dele, os líberos Mário Jr. e Felipe também se unem ao grupo na Itália.

“Foram dias muito produtivos. Tive a semana inteira treinando no Centro, e a oportunidade de assistir vídeos e analisar jogos enquanto estava concentrado, inclusive os que eu não joguei. Com esse tempo, pude treinar coisas que nem sempre dá tempo quando estamos durante o campeonato. Foi realmente um período muito positivo”, conta o levantador.

O primeiro jogo da rodada entre Brasil e Itália é na sexta-feira, às 15h10 de Brasília, em Roma. As duas equipes voltam a se enfrentar no domingo, no mesmo horário, desta vez em Florença.