Cabeça de chave pela primeira vez num torneio de nível WTA, Beatriz Haddad Maia sofreu uma dura virada nesta quarta-feira, pelas oitavas de final do Torneio de Luxemburgo. A tenista número 1 do Brasil, sétima pré-classificada, foi derrotada pela sueca Johanna Larsson por 2 sets a 1, com parciais de 3/6, 7/6 (7/5) e 6/2, em um confronto de 2h19min.

Atual 58ª do ranking, Bia dominou a rival no primeiro set, ao faturar uma quebra de saque e salvar quatro break points. No segundo, Larsson reagiu e equilibrou as ações. Sem quebras, apesar das duas chances perdidas pela brasileira no saque da adversária, a sueca levou a melhor no tie-break.

O triunfo apertado no segundo set deu confiança a Larsson, que passou a jogar melhor no segundo set. A 89ª do mundo passou a se destacar no serviço e sequer teve o fundamento ameaçado na terceira parcial. Bia, por sua vez, acabou sofrendo duas quebras, o que encaminhou a vitória da rival.

O Torneio de Luxemburgo é o último do calendário da brasileira nesta temporada. Ela, porém, ainda não encerrou o ano, pois também disputa a chave de duplas na competição. Ela e a paraguaia Veronica Cepede Royg venceram na estreia e estão nas quartas de final, que deve ser disputada nesta quinta-feira,

Ainda viva na chave de simples, Larsson vai enfrentar na sequência a francesa Pauline Parmentier, que eliminou justamente a parceria de Bia nas duplas. Parmentier venceu Cepede Royg por 7/5 e 6/1.

Em outros jogos da competição, avançaram na chave de simples a alemã Carina Witthoeft, a belga Elise Mertens e a britânica Heather Watson.