O presidente da Fifa, Joseph Blatter, 66, afirmou que vai deixar o seu cargo em 2006, abdicando do direito de disputar a segunda reeleição.

“Eu tenho dito que estou no segundo tempo. Desde o início eu disse que não passaria de dois mandatos”, disse Blatter à revista “Sports Business”.

O suíço foi reeleito em maio, às vésperas da Copa do Mundo da Coréia do Sul e Japão, quando derrotou o camaronês Issa Hayatou, presidente da Confederação Africana de Futebol.

Segundo Blatter, a avaliação para um possível substituto terá início em 2004, ano em que a Fifa comemora seu centésimo aniversário.

Blatter superou acusações de má administração e corrupção para ser reeleito, mas o suíço disse que sua consciência está limpa.

“Não me importo sobre como sou visto. Não ligo. Eu faço o trabalho de acordo com minha consciência,, de acordo com a missão que recebi do congresso em 1998 e 2002, e vou fazer isso da melhor maneira que puder.” Com informações da FolhaNews.