O presidente da Fifa, Joseph Blatter, quer que a sede das Copas de 2018 e 2022 seja definida já em 2011, quatro anos antes do previsto, anunciou o próprio Blatter durante um congresso anual em curso na cidade de Sydney, ressaltando que a designação antecipada teria resultados positivos sobretudo economicamente.

"Por oito anos teremos dois eventos para oferecer e o resultado econômico para os patrocinadores pode ser melhor", disse Blatter.

O presidente da Fifa reafirmou que os dois campeonatos mundiais serão disputados em continentes diferentes. "Não temos ainda um regulamento preciso de rotação… mas o critério não mudará e a Copa do Mundo não será disputada duas vezes seguidas no mesmo continente".

Portanto, visto que o mundial de 2010 será na África do Sul e o de 2014 no Brasil, segundo Blatter, o de 2018 poderá retornar ao continente europeu.

Entre os candidatos europeus para sediar a Copa de 2018 estão: Inglaterra, Espanha, Holanda e Bélgica. Estados Unidos, China, Austrália, Japão e México, também demonstraram interesse em sediar esta Copa.