Os atacantes Miller Bolaños e Beto da Silva e o lateral-esquerdo Marcelo Oliveira, que se recuperam de lesões, treinaram normalmente nesta segunda-feira na reapresentação do Grêmio, no CT Luiz de Carvalho, em Porto Alegre, após a derrota para o Corinthians pelo Brasileirão, neste domingo, por 1 a 0, na Arena Grêmio, e podem reaparecer na equipe.

Os atletas que não enfrentaram a equipe paulista realizaram uma atividade técnica, com muita movimentação e finalizações. Os demais participaram de trabalhos regenerativos no vestiário.

O volante Ramiro, em entrevista coletiva após o treino desta segunda-feira, revelou que o elenco e a comissão técnica do time tricolor já esqueceram o tropeço em casa e pensam na partida de ida contra o Atlético Paranaense, nesta quarta-feira, pelas quartas de final da Copa do Brasil, também na capital gaúcha – a volta será no próximo dia 27, na Arena da Baixada.

“A gente não gosta de perder muito menos em casa. Foi um jogo que a gente ficou com um sentimento de tristeza, mas já passou, porque na quarta-feira a gente tem mais um jogo decisivo contra o Atlético. Uma competição diferente, na qual a gente defende o título. Então, temos uma responsabilidade muito grande e vamos em busca do bicampeonato”, frisou Ramiro.

O jogador disse que já conhece bastante o adversário e projetou um duelo difícil contra os paranaenses. “A gente já vem enfrentando atlético diversas vezes. Na Copa do Brasil do ano passado eles foram uma pedra no nosso sapato. Eles têm uma metodologia e um grupo de jogadores que estão trabalhando juntos, aproveitam a categoria de base. Então, a gente sabe os pontos fortes deles, já os enfrentamos no Brasileiro. É uma equipe que tem suas qualidades e, dentro de casa, teremos de impor nosso ritmo de jogo”, completou.

No Brasileirão, o Grêmio se mantém na segunda colocação da tabela, com 22 pontos ganhos. Pela competição, o próximo compromisso da equipe comandada por Renato Gaúcho será no sábado contra o Palmeiras, às 16 horas, no Pacaembu.