O velocista Usain Bolt disputou na noite de sábado a sua primeira prova de 100 metros e mostrou que começou bem a temporada em que tentará defender o seu título olímpico. No Meeting de Kingston, na Jamaica, ele venceu a disputa com o tempo de 9s82, a melhor marca do ano na distância.

A prova foi tumultuada, com duas largadas falsas, o que inclusive causou a eliminação de Bolt no Mundial de Daegu, na Coreia do Sul, no ao passado. O também jamaicano Michael Frater terminou na segunda colocação, com 10s00. “É sempre uma alegria”, disse Bolt. “Fiquei muito feliz de vir aqui e ver que todas essas pessoas vieram”.

Na Olimpíada de Pequim, há quatro anos, Bolt ganhou medalhas de ouro e quebrou recordes mundiais nas provas dos 100 e 200 metros. Além disso, ajudou a Jamaica a vencer e estabeleceu um recorde mundial no revezamento 4×100 metros.

Também na noite de sábado, o jamaicano Yohan Blake dominou a prova dos 200 metros e venceu em 19s91 – o melhor tempo do mundo nesta temporada. Blake é o dono da segunda melhor marca da história da prova, com 19s26, registrado em setembro de 2011. O também jamaicano Asafa Powell ex-recordista mundial nos 100 metros, iria participar da prova, mas não competiu em virtude de uma lesão na virilha.

A norte-americana Carmelita Jeter venceu a disputa dos 100 metros em 10s81, também o tempo mais rápido do mundo nesta temporada. Bianca Knight, dos Estados Unidos, frustrou a torcida local ao vencer a prova dos 200 metros em 22s49, superando a jamaicana Shelly-Ann Fraser-Pryce, que ficou em segundo lugar com 22s63.