Usain Bolt voltou a assombrar o mundo. Neste domingo, na final dos 100 metros rasos no Mundial de Atletismo de Berlim, ele conquistou a medalha de ouro com folga e ainda bateu o seu próprio recorde mundial. Dessa vez, o jamaicano atingiu a incrível marca de 9s58.

Dono de três medalhas de ouro olímpicas – venceu os 100m, 200m e 4x100m nos Jogos de Pequim -, todas com recorde mundial, Bolt não se abalou com a pressão e comprovou o favoritismo no Mundial de Berlim. E comprovou ser realmente o homem mais rápido do planeta.

O antigo recorde mundial dos 100 metros era de 9s69, feito pelo próprio Bolt na Olimpíada de Pequim, em agosto do ano passado. Esse tempo, porém, foi esmagado neste domingo, quando o astro jamaicano venceu a disputa no Estádio Olímpico de Berlim com a marca de 9s58.

Aos 22 anos, Bolt conquistou seu primeiro título mundial, mostrando não ter adversários na atualidade. A medalha de prata em Berlim foi para o norte-americano Tyson Gay, que fez 9s71 neste domingo. E o bronze ficou com o também jamaicano Asafa Powell, com a marca de 9s84.