O Campeonato Paranaense sempre viveu da tradição de seus principais clubes da capital. No interior, poucos conseguiram manter uma trajetória retilínea por longo tempo. Os que seguiram, são hoje nomes de peso, como Rio Branco e Londrina. Mas a tendência é a da troca de nome, de cores, de uniforme e até mesmo de cidade-sede. Hoje, a competição tem em sua maioria estes times, que sempre surgem como surpresas – até porque é difícil saber como eles vêm para a temporada. E isso faz com que os jogos fiquem de difícil prognóstico. A rodada de hoje tem confrontos que podem desafiar a lógica do futebol.

O jogo que abre a terceira rodada do Paranaense é J. Malucell x Rio Branco, às 16h, no Janguito Malucelli. O Caçula entra em campo com a obrigação de vencer para sair do zero – pelos critérios, a equipe é a última colocada até o momento. Para o tradicional Leão da Estradinha, também sem ponto marcado, é necessário recuperar as duas derrotas dentro do Gigante do Itiberê.

À noite, no horário costumeiro do futebol (20h30), acontecem duas partidas. No estádio Waldemiro Wagner, o Paranavaí tenta manter o embalo contra o ?nômade? Real Brasil – o ACP venceu fora na última rodada e agora quer a primeira vitória em casa. Para o Real, a tentativa é de repetir a primeira rodada, quando venceu longe de seus domínios. A outra partida das 20h30 é Cianorte x Iguaçu, no Albino Turbay. O Iguaçu levou um balde de água fria ao perder em casa para o Cascavel no domingo, e quer vitória sobre o Cianorte, que até agora só conquistou um ponto, e levou uma goleada do Toledo no final de semana.

O jogo da TV é Cascavel x Londrina, às 21h45, no estádio Olímpico Regional. São os dois times do interior que chegam à rodada com mais força. Os donos da casa, comandados por Rafael Camarotta, estão em festa pela liderança do campeonato. Os visitantes pela sofrida vitória sobre o Paraná e pela invencibilidade na competição.

PARANAENSE 2008

1.ª fase  3.ª rodada

J. MALUCELLI x RIO BRANCO

J. Malucelli: Colombo; Cassiano, Elton (Titi), Leandro e Fabinho; Gomes, William, Cícero e Diogo; Bruno Batata e Daniel. Técnico: Leandro Niehues.

Rio Branco: Vilson; Valmor, Barbosa, Alan e Cleomir; Pepo (Carlão), Arthur (Garcia), Kolman e Ferrinho; Negreiros e Rafael Santiago. Técnico: Itamar Bernardes.

Árbitro: Anderson Carlos Gonçalves

Assistentes: Fabiano Colpani e Cristian Eduardo Gorski da Luz

Local: Janguito Malucelli, em Curitiba

Horário: 16h