O Botafogo empatou nesta quinta-feira com o lanterna Audax por 2 a 2, em Moça Bonita, e viu suas chances de chegar às semifinais do Campeonato Carioca bastante reduzidas. O resultado ainda beneficiou o Fluminense, que conquistou a classificação antecipada.

Mesmo com os titulares em campo, o time jogou mal e foi sufocado pelo Audax. No momento, o clube ocupa a sexta colocação, com 16 pontos. Somente os quatro primeiros garantem vaga na próxima fase.

Precisando da vitória, os botafoguenses se lançaram ao ataque logo no início. Contudo, forçavam demais jogadas pelo meio-campo e, desta maneira, tinham muita dificuldade para transpor a defesa do Audax que se portava bem na defesa, e, por vezes, armava contra-ataques perigosos.

Mas em uma boa triangulação entre Wallyson, Edílson e Ferreyra (até então apagado no jogo), o atacante abriu o placar para o Botafogo. Porém, o Audax reagiu em seguida com William. O meia já havia cobrado uma falta perigosa defendida por Helton Leite, mas o jogador teve outra chance, bateu forte e o goleiro aceitou. Um gol que deixou a torcida alvinegra com saudades de Jefferson, cedido à seleção brasileira.

O Botafogo não melhorou na segunda etapa, tinha pouca criatividade e contava com alguns lampejos de Julio Cesar na ponta esquerda. Em uma falta batida pelo lateral para a área, Marcelo Mattos virou o jogo.

No entanto, o Audax não se dava por vencido e criava boas jogadas comandado pelo atacante Jonathan Balotelli, que infernizava a defesa alvinegra com suas arrancadas e chutes de longa distância. O empate quase veio com Washington, que perdeu um gol incrível na área.

Logo depois, o árbitro marcou um pênalti duvidoso de Helton Leite em David. Dessa vez, Washington não desperdiçou e igualou o placar. O Botafogo continuou tomando pressão até o fim e conseguiu evitar a derrota.

FICHA TÉCNICA:

AUDAX 2 x 2 BOTAFOGO

AUDAX – Paulo Vitor; David, Leandro Camilo, Thiago Martinelli e Marcão (Agnaldo); Arthur, Yuri, William e Matheus Vargas (Wellington Soares); Washington (Alê) e Balotelli. Técnico: Válber.

BOTAFOGO – Helton Leite; Edilson, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos (Lucas), Gabriel, Jorge Wagner e Gegê (Bolatti); Wallyson e Ferreyra (Henrique). Técnico: Eduardo Hungaro.

GOLS – Ferreyra, aos 26, e William, aos 31 do primeiro tempo. Marcelo Mattos, aos 17, e Washington (pênalti), aos 34 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Thiago Martinelli, Washignton (Audax); Henrique, Jorge Wagner, Gabriel, Julio César (Botafogo).

ÁRBITRO – Wagner do Nascimento Magalhães.

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio de Moça Bonita, Rio de Janeiro (RJ).