Embora tenha sido superior ao adversário durante o jogo, o Botafogo conseguiu apenas um empate por 1 a 1 com a Unión Española, na noite desta quarta-feira, em Santiago, no Chile. O time carioca teve muitas oportunidades, mas não soube aproveitá-las. E sairia derrotado não fosse um gol de Ferreyra já nos minutos finais. Com o resultado, porém, chegou a quatro pontos em duas rodadas, na liderança isolada do Grupo 2 da Libertadores.

Na primeira etapa, a equipe carioca, apesar de visitante, foi quem mais se manteve no ataque. A marcação chilena, contudo, era forte e o Botafogo não conseguia encaixar boas jogadas. Abusava de chutões e tinha dificuldade em sair jogando. A defesa demonstrava certa desatenção e por vezes deixou o ataque da Unión Española criar com liberdade. Em dois lances ofensivos dos donos da casa, Jefferson foi obrigado a fazer grandes defesas.

As melhores oportunidades botafoguenses foram em chutes de fora da área, principalmente de Jorge Wagner. O atacante Wallyson, destaque do time nos últimos jogos, foi bem marcado, o que o impossibilitava de ajudar na criação.

Na segunda etapa, o Botafogo voltou melhor, com boa movimentação ofensiva. Lodeiro e Wallyson investiam em jogadas de velocidade e sufocavam a defesa da Unión Española.

Mas diz o ditado que quem não faz toma. Quando o Botafogo dominava o jogo, levou o gol aos 29 minutos. Após mais uma bobeira da defesa, principalmente de Dória e Julio Cesar, Cristian Chavez invadiu a área e chutou no canto para abrir o placar.

O Botafogo, então, foi com tudo ao ataque. Ferreyra recebeu passe milimétrico de Wallyson e chegou driblar o goleiro, que, no entanto, se recuperou e defendeu o chute. Mas Ferreyra se redimiu aos 40, ao cabecear uma bola levantada na área e dar o empate ao Botafogo.

FICHA TÉCNICA:

UNIÓN ESPAÑOLA 1 X 1 BOTAFOGO

UNIÓN ESPANÕLA – Diego Sánchez; Sebastián Miranda, Jorge Ampuero, Matías Navarrete e Nicolas Berardo; Lorenzo Faravelli, Luis Pavez, Cristián Chávez e Carlos Salom; Sebastián Jaime e Matías Campos Toro. Técnico – José Luis Sierra.

BOTAFOGO – Jefferson; Edílson, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel (Bolatti), Jorge Wagner (Henrique) e Lodeiro; Wallyson (Daniel) e Juan Ferreyra. Técnico – Eduardo Hungaro.

GOLS – Cristian Chavez, aos 29, e Ferreyra, aos 40 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Juan Ernesto Soto (VEN).

CARTÃO AMARELO – Ferreyra, Edílson, Marcelo Mattos e Luis Pavez.

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Santa Laura, Santiago (Chile).