O Cruzeiro tropeçou na noite deste sábado, ao empatar com o Botafogo por 1 a 1, no Maracanã, num jogo em que o líder do Brasileirão esteve sempre melhor, mas falhou nas conclusões. Em meio a uma grave crise financeira, o time carioca mostrou um grupo que honrou a camisa: seus atletas lutaram desde o início e deixaram o campo sob aplausos da torcida.

Apesar de todo o esforço e de ter conseguido segurar o líder, o Botafogo continua perto da zona de rebaixamento, agora com 13 pontos. O Cruzeiro, por sua vez, não corre risco de perder a primeira colocação na continuação da 13ª rodada: está com 29 pontos.

Com um time mais técnico, o Cruzeiro iniciou o jogo tentando as tabelas centralizadas. Conseguia sucesso até a entrada da área, quando a defesa do Botafogo, compacta, não deixava a jogada prosseguir. Logo no começo, Ricardo Goulart deixou Egídio de frente para o goleiro Jefferson, mas o lateral chutou a bola por cima.

O Botafogo não se intimidava e buscava também o gol. Fábio fez duas boas defesas em finalizações de Lucas e Edilson – este último, numa cobrança de falta. Mas o goleiro do Cruzeiro escorregou e não alcançou a bola numa conclusão de cabeça do mesmo Edilson, após cruzamento de Lucas.

O gol do Botafogo aos 24 minutos levou o Cruzeiro a avançar mais, o que permitiu ao time carioca explorar os contra-ataques. O atacante Emerson atuava bem e criou situações de perigo pela direita. Assim, o jogo ficou aberto.

No segundo tempo, o Cruzeiro voltou com mais gás ainda e chegou ao empate numa jogada de zagueiros. Dedé ajeitou de cabeça e Léo completou para as redes aos 14. Um minuto antes, Willian tinha chutado a bola na trave, em outro sinal da pressão cruzeirense.

O jogo ficou nos pés do Cruzeiro, que poderia ter chegado à virada. O time perdeu força ofensiva quando o técnico Marcelo de Oliveira resolveu “segurar” o resultado e trocou o atacante Marcelo Moreno pelo volante Nilton. Ainda assim, houve outra bola na trave, numa finalização de Nilton e duas defesas difíceis de Jefferson. No final, o placar de 1 a 1 foi bom para o Botafogo.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 1 X 1 CRUZEIRO

BOTAFOGO – Jefferson; Lucas, Bolívar, Dória e Junior Cesar; Bolatti (Rodrigo Souto), Gabriel, Edilson e Carlos Alberto (Zeballos); Rogério (Júlio Cesar) e Emerson. Técnico – Vagner Mancini.

CRUZEIRO – Fábio; Mayke, Dedé, Léo e Egídio; Henrique (Willian), Lucas Silva, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart; Marquinhos (Dagoberto) e Marcelo Moreno (Nilton). Técnico – Marcelo Oliveira.

GOLS – Edilson, aos 24 minutos do primeiro tempo; Léo, aos 14 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Luiz Flávio de Oliveira (SP).

CARTÃO AMARELO – Edilson, Henrique e Emerson.

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis

LOCAL – Estádio do Maracanã, no Rio.