O técnico Oswaldo de Oliveira confirmou a escalação do meia Seedorf no jogo deste domingo, contra o Internacional, a partir das 17 horas, no Estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS). Desde a derrota na rodada passada para o Goiás, quando o craque holandês foi substituído no início do segundo tempo, criou-se uma expectativa no Botafogo de que ele poderia ser barrado.

Aos 37 anos, Seedorf vem caindo de produção a cada jogo. É visível o seu desgaste físico por causa do excesso de compromissos do Botafogo na temporada. Contra o Goiás, ele não rendia bem e não gostou de sair. Deixou o campo balançando a cabeça negativamente.

Ao definir a presença de Seedorf contra o Inter, Oswaldo de Oliveira disse que troca quem quiser na hora que bem entender e que, se for preciso, pode até sacar o goleiro Jefferson do time. Declarou isso para demonstrar autoridade.

O técnico não se disse preocupado com a possibilidade de algum time brasileiro – Ponte Preta ou São Paulo – vencer a Copa Sul-Americana e, com isso, o número de classificados do Campeonato Brasileiro para a Libertadores cair de quatro para três. Ele frisou que o Botafogo tem sempre que “manter o foco” no próximo adversário e seguir passo a passo rumo à classificação.

Há também uma outra possibilidade que poderia abrir vaga para Libertadores. Se o Atlético-PR, que iniciou a rodada como vice-líder do Brasileirão, ganhar a Copa do Brasil, as chances de o Botafogo se classificar para a competição internacional aumentam bastante.