O Botafogo pôs fim ao jejum de cinco jogos sem vitórias e deixou, pelo menos provisoriamente, a zona de rebaixamento do Campeonato Paulista. Em um jogo bastante disputado, o time de Ribeirão Preto bateu o Paulista, por 2 a 1, de virada, na noite deste sábado, em casa, pela 14.ª rodada.

O Botafogo vinha de uma sequência de um empate e quatro derrotas. No entanto, com a vitória, assumiu a 14.ª colocação, com 14 pontos. O clube de Jundiaí, por sua vez, perdeu uma grande oportunidade de se consolidar no G-8, já que é o oitavo colocado, com 21 pontos.

O primeiro tempo foi marcado por poucas emoções. O único fato relevante foi o apagão por quase 15 minutos, devido a uma falta de energia elétrica no estádio, pouco antes do intervalo. Na segunda etapa, os dois times voltaram mais acesos, sobretudo porque o Botafogo se dispôs a sair mais ao ataque.

Apesar disso, quem saiu na frente foi o Paulista. Mesmo com a menos desde o primeiro tempo, o time de Jundiaí marcou aos 13 minutos. Após escanteio da esquerda, o zagueiro Eli Sabiá subiu mais que a zaga para cabecear no canto esquerdo do goleiro Júlio César.

O problema é que o técnico Wagner Lopes tentou fechar o Paulista após o gol e foi castigado por isso. Aos 17 minutos, o atacante Anselmo aproveitou bate-rebate para empatar. A virada veio aos 34 minutos, com o atacante Assisinho, que acertou um chute cruzado no canto esquerdo.

Na próxima quinta-feira, às 19h30, o Botafogo volta a campo para enfrentar o São Bernardo, no estádio 1.º de Maio, no ABC paulista. Um dia antes, o Paulista joga contra o São Paulo, às 21h50, em Jundiaí.

FICHA TÉCNICA:

Botafogo 2 x 1 Paulista

Botafogo – Julio César; Dida, Demerson, Gabriel (Pablo Escobar) e Andrezinho; Chicão, Leandro Carvalho (Túlio Souza), Paulinho (João Henrique) e Assis; Anselmo e Assisinho. Técnico – Argel Fucks.

Paulista – Felipe Alves; Weldinho, Henrique, Eli Sabiá e Samuel Xavier; Bruno Formigoni, Fábio Gomes, João Paulo e Diego Barboza (Fabiano); Vanderlei (Rodrigo Sabiá) e Hernane (Thiago Silva). Técnico – Wagner Lopes.

Gols – Eli Sabiá, aos 13, Anselmo, aos 17, e Assisinho, aos 34 minutos do segundo tempo.

Árbitro – José Cláudio Rocha Filho.

Cartões amarelos – Gabriel, Andrezinho, Túlio Souza, Weldinho, Hernane e Assisinho.

Cartão vermelho – João Paulo.

Renda e público – não disponíveis.

Local – Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.