O quebra-cabeças das principais equipes da Fórmula 1 está completo para a temporada 2017 da Fórmula 1. Nesta segunda-feira, logo após a Williams confirmar o retorno de Felipe Massa e a liberação de Valtteri Bottas, a Mercedes ratificou a contratação do piloto finlandês para substituir o recém-aposentado Nico Rosberg.

“Eu mal posso esperar para começar a trabalhar. Meu objetivo é imediatamente na primeira corrida conquistar todos os pontos que estão disponíveis. Eu garanto que vou dar tudo. Quero agradecer Toto (Wolff, chefe da equipe) e todo mundo na Mercedes e na Daimler por esta oportunidade”, afirmou o finlandês em discurso na fábrica a Mercedes em Brackley.

Bottas não esconde que a meta inicial na Mercedes será conquistar a sua primeira vitória. “Esta é a minha quinta temporada na Fórmula 1. Eu tenho nove pódios com Williams, mas ainda estou buscando minha primeira vitória, então essa é minha primeira missão”, acrescentou o finlandês.

O finlandês espera ter sucesso na parceria com o inglês Lewis Hamilton, seu companheiro de equipe na Mercedes. “Eu acho que com Lewis vamos ser uma dupla forte juntos. Eu realmente respeito ele como piloto e pessoa”, disse. “Tenho certeza de que podemos trabalhar em equipe”, acrescentou.

Toto Wolff, o chefão da Mercedes, apontou Bottas como o substituto ideal de Rosberg, que anunciou a sua surpreendente decisão de deixar a Fórmula 1 apenas alguns dias depois de conquistar o seu primeiro título mundial.

“Eu acho que Valtteri se encaixa muito bem na nossa equipe, como piloto ele é muito rápido, e ele também tem o coração no lugar certo. Ele compartilha nossos valores e paixão. Ele é modesto e humilde e trabalha duro”, declarou o dirigente.

Bottas, de 27 anos, terminou o Mundial de Pilotos de 2016 na oitava colocação, com 85 pontos somados. Em quatro temporadas na Williams, disputou 77 provas, com nove pódios. Agora recebe a maior chance da sua carreira, de correr pela equipe que vem dominando as últimas temporadas da Fórmula 1.