Na estreia do técnico PC Gusmão, o Bragantino acabou com a série de quatro derrotas na Série B, ao ganhar do Joinville por 1 a 0, na tarde deste sábado, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela 14ª rodada do campeonato.

A vitória, porém, serviu apenas para tirar o Bragantino da vice-lanterna, aparecendo agora com 13 pontos, ainda na zona de rebaixamento. Já o Joinville, que a partir dos 23 minutos de jogo atuou com um jogador a menos, sofreu sua segunda derrota consecutiva e permanece com 23 pontos.

Para o Bragantino voltar a vencer, PC Gusmão preparou seus jogadores para atacar o adversário. Tanto que armou o time no esquema tático 4-3-3. “É preciso ter atitude e espírito positivo para vencer. E ninguém ganha se não agredir o adversário”, explicou o técnico, que substituiu Mazola Júnior.

A tática incluiu a pressão nos primeiros minutos, mas o Joinville suportou. Aí, com apenas 23 minutos, o atacante Edigar Junio foi expulso infantilmente e deixou o time catarinense com um jogador a menos em campo.

A partir daí, o time catarinense se posicionou definitivamente no setor defensivo. Apesar do maior volume de jogo, o Bragantino não tinha acertado, até então, nenhuma finalização perigosa. Mas conseguiu o gol aos 34 minutos, num lance muito bonito. Geandro fez o passe por cobertura, da intermediária, e Léo Jaime, na grande área, acertou a bicicleta, fazendo 1 a 0.

Para o segundo tempo, o técnico Hemerson Maria tentou reverter a apatia do time na fase inicial. E pediu para que os meias chegassem mais perto do atacante Jael, artilheiro da Série B com oito gols. Além disso, colocou dois jogadores mais ofensivos, com a entrada de Fabinho e Chico nos lugares, respectivamente, de Daniel Pereira e Marcelo Costa.

O time catarinense encurralou o Bragantino na defesa, mesmo com um jogador a menos, provando que a mudança de Hemerson Maria foi correta. O time da casa não conseguiu explorar os contra-ataques e preferiu se garantir com a vitória por apenas um gol.

Pela 15ª rodada, o Joinville vai atuar já na próxima terça-feira, quando recebe o Sampaio Corrêa. Na sexta, o Bragantino visita a Ponte Preta.

FICHA TÉCNICA:

BRAGANTINO 1 X 0 JOINVILLE

BRAGANTINO – Renan; Robertinho (Samuel Santos), Tobi (Gustavo Carbonieri), Alexandre e Bruno Recife; Geandro, Gustavo (Romário) e Magno Cruz; Léo Jaime, Nunes e Luisinho. Técnico: Paulo César Gusmão.

JOINVILLE – Ivan; Murilo, Bruno Aguiar, Anderson Conceição e Bruno Collaço; Daniel Pereira (Fabinho), Washington, Éverton e Marcelo Costa (Chico); Edigar Junio e Jael (Fernando Viana). Técnico: Hemerson Maria.

GOL – Léo Jaime, aos 34 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Rodrigo Nunes de Sá (RJ).

CARTÕES AMARELOS – Edigar Junio, Ivan, Murilo, Anderson Conceição e Jael (Joinville); Nunes, Luisinho e Léo Jaime e Magno Cruz (Bragantino).

CARTÃO VERMELHO – Edigar Junio (Joinville).

RENDA – R$ 8.225,00.

PÚBLICO – 524 pagantes.

LOCAL – Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).