Na volta do técnico Marcelo Veiga ao Estádio Nabi Abi Chedid, onde trabalhou por quase cinco anos, o Bragantino venceu o São Caetano, por 1 a 0, festejando a vitória sobre o seu ex-treinador. O jogo aconteceu neste sábado à noite, de muito vento e frio, pela quinta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Esta foi a segunda vitória do Bragantino, agora com sete pontos, no 11.ª lugar. O São Caetano, que sofreu a sua segunda derrota, tem cinco pontos, em 15.º.

Como era esperado o jogo foi bastante trucando, com muitas faltas. Os dois times entraram com o mesmo esquema 3-5-2, mas o São Caetano teve um melhor toque de bola e mais domínio do jogo que o time da casa. Tanto que criou as melhores chances de gol no final do primeiro tempo.

A primeira numa cabeçada de Fred, que Rafael Defendi mandou para escanteio, aos 37 minutos. E outra, aos 48 minutos, numa falta cobrada pelo mesmo zagueiro e que o goleiro se esforçou para mandar para fora.

No início do segundo tempo, o Bragantino deu a impressão de que tentaria fazer uma pressão na saída de bola adversária. Mas tudo ficou apenas na impressão. Cada time teve apenas uma chance de gol.

O Bragantino numa virada de Dudu, aos 22 minutos, que Rafael Santos mandou por cima do travessão. E o São Caetano numa falta de longa distância de Danilo Bueno que Defendi mandou para escanteio.

Só mesmo num lance atípico o gol sairia. E isso aconteceu aos 29 minutos, quando Deyvid Sacconni fez um lançamento longo e achou Léo Jaime na grande área. O baixinho ajeitou a bola com o pé direito e bateu de esquerda no canto do goleiro Rafael Santos. Daí a ordem de Vágner Benazzi foi fechar. E deu certo.

Na terça-feira, pela sexta rodada, o Bragantino vai enfrentar o Sport, em Recife, a partir das 19h30, mesmo horário em que o São Caetano vai pegar o Oeste, em Itápolis.

FICHA TÉCNICA:

BRAGANTINO 1 X 0 SÃO CAETANO

BRAGANTINO – Rafael Defendi; Raphael Andrade, Álvaro e Kadu; Diego Macedo, Elias, Preto, Bruninho (Deyvid Sacconni) e Léo Jaime; Magno Cruz (Rafael Costa) e Lincom (Dudu). Técnico – Vágner Benazzi.

SÃO CAETANO – Rafael Santos; Douglas Grolli, Fred e Leandro Carvalho; Samuel Xavier, Pirão (Dudu), Renato Ribeiro, Danilo Bueno e Diego; Geovane (Danielzinho e Paulo Henrique) e Jael. Técnico – Marcelo Veiga.

GOL – Léo Jaime, aos 29 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Antônio Rogério Batista do Prado (SP).

CARTÕES AMARELOS – Léo Jaime, Preto e Deyvid Sacconni (Bragantino). Pirão e Leandro Carvalho (São Caetano).

RENDA – R$ 5.635,00.

PÚBLICO – 436 pagantes.

LOCAL – Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).