A seleção brasileira caiu cinco posições no ranking da Fifa e agora ocupa o 18º lugar, pior posição desde que o ranking foi criado pela entidade em agosto de 1993.

A seleção brasileira soma 946 pontos, contra 1.606 da líder Espanha, que está na ponta pelo 16º mês consecutivo.

No ranking, divulgado hoje, o Brasil aparece atrás de quatro seleções sul-americanas: Argentina (3º), Colômbia (5º), Equador (13º) e Uruguai (16º). Costa do Marfin, Suíça e Grécia são algumas das outras seleções que estão à frente do Brasil.

Ranking

As explicações para o declínio brasileiro no ranking passam também pela ausência nas eliminatórias da Copa de 2014 e pelo nível dos rivais enfrentados pela equipe.

O tipo do jogo e a qualidade e a localização do adversário são fatores que pesam no complicado cálculo usado pela Fifa para determinar a classificação de seleções.
Uma partida de eliminatórias de Copa ou da fase classificatória da Euro tem peso 2,5 na multiplicação que define a pontuação de uma equipe. O mesmo confronto em um amistoso vale só 1.

Ou seja, não participar do classificatório para um Mundial, caso do Brasil, classificado antecipadamente para 2014 por ser país-sede, significa uma pesadíssima desvantagem no ranking.

Desde a primeira edição do ranking, em agosto de 1993, a única seleção anfitriã que não sofreu com esse declínio antes da competição que organizou foi a França, campeã mundial em casa em 1998.

Assim como o Brasil de hoje, a poderosa Alemanha também chegou à pior posição no ranking de sua história no período que antecedeu o Mundial que abrigou, em 2006.

Os alemães caíram da quinta posição que ocupavam logo depois do vice-campeonato mundial de 2002 para o 22º lugar em março de 2006, às vésperas da Copa.

O continente do seu adversário é o outro ponto determinante na pontuação e que turbina as eliminatórias europeias e sul-americanas, que têm peso 1. Se o rival vem de outro continente, esse fator sempre será menor que 0,9.

Como a posição que o rival ocupa no ranking da Fifa também tem valor na pontuação do jogo, goleadas como o 8 a 0 aplicado pelo Brasil sobre a China acabam tendo uma relevância praticamente nula.

*CONFIRA OS DEZ PRIMEIROS DO RANKING DA FIFA
1 – Espanha – 1.606
2 – Alemanha – 1.437
3 – Argentina – 1.290
4 – Itália – 1.165
5 – Colômbia – 1.164
6 – Inglaterra – 1.151
7 – Portugal – 1.144
8 – Holanda – 1.124
9 – Rússia – 1.070
10 – Croácia -1.064