Depois de enfrentar certa dificuldade na estreia, a seleção brasileira feminina de vôlei derrotou com facilidade a Sérvia por 3 sets a 0, com parciais de 25/20, 25/15 e 25/19, neste sábado (04), em Bangcoc, na Tailândia.

Com o segundo triunfo na competição, a equipe comandada pelo técnico José Roberto Guimarães desponta na liderança do Grupo A, com seis pontos. Em seu segundo jogo no Grand Prix, a seleção contou com duas mudanças entre as titulares.

Zé Roberto escalou Natália na vaga de Fernanda Garay, poupada neste sábado, e colocou Carol no lugar de Bárbara. A mudança foi acertada, pois Carol foi a maior pontuadora da equipe, ao lado de Juciely. Cada uma contribuiu com 11 pontos.

“Felizmente nós jogamos bem. Fizemos algumas mudanças na equipe. Acho que, no bloqueio e na defesa, elas fizeram um grande trabalho hoje. Foi uma vitória muito importante”, aprovou Zé Roberto.

As demais titulares do jogo de sexta-feira, contra o Japão, foram mantidas: Dani Lins, Gabi e Joycinha, além da líbero Camila Brait. Desta vez, o treinador deu chances à Mari Paraíba e à líbero Leia no decorrer da partida, assim como Macris e Monique, já testadas na sexta.

Com esta formação, a equipe brasileira oscilou no início, mas contou com erros também das sérvias para equilibrar as ações. O time europeu saiu na frente, porém o Brasil empatou em 10/10, virou em 16/14 e buscou o triunfo no set inicial com tranquilidade a partir daí.

Depois do início complicado, o Brasil deslanchou na segunda parcial, graças principalmente à eficiência no bloqueio – foram 14 pontos no fundamento ao longo da partida. Sem reagir, a Sérvia perdeu a parcial por 10 pontos de diferença.

Passado o “baile”, a equipe sérvia tentou reagir no terceiro set e saiu na frente. Mas o Brasil logo virou para 8/7 e manteve a liderança do placar até fechar a parcial e o jogo.