O Brasil já tem três duplas classificadas para as oitavas de final do Grand Slam de Gstaad, etapa do Circuito Mundial de vôlei de praia. Bruno Schmidt e Pedro Solberg, Ricardo e Álvaro Filho e Alison e Emanuel avançaram. Evandro e Vitor Felipe formam o único time nacional eliminado.

Bruno Schmidt e Pedro Solberg tiveram dia mais tranquilo em Gstaad, jogando apenas uma partida. Eles derrotaram os cazaques Sidorenko e Dyachenko por 2 sets a 0, com parciais de 23/21 e 21/18, e ficou com a primeira colocação do Grupo B, avançando diretamente às oitavas de final. Os próximos adversários são os italianos Lupo e Nicolai.

Já Ricardo e Álvaro Filho começaram a sexta-feira derrotando os poloneses Fijalek e Prudel por 2 a 1, com 21/17, 15/21 e 15/11, e ficaram com a segunda colocação do Grupo G. Por isso, precisaram passar por mais uma fase eliminatória, em que derrotaram os holandeses Spijkers e Varenhorst, com parciais de 21/18, 19/21 e 15/7, para chegar às oitavas.

O caminho foi parecido com o de Alison e Emanuel. Os brasileiros perderam a primeira partida do dia para os austríacos Doppler e Horst por 2 a 0, parciais de 21/19 e 22/20, e ficaram com a segunda colocação do Grupo E. Na eliminatória, derrotaram os americanos Rogers e Doherty e se mantiveram na briga pelo título.

A sexta-feira em Gstaad ainda teve a eliminação de Evandro e Vitor Felipe. A dupla, oriunda do qualifying, avançou à fase eliminatória com a segunda colocação de seu grupo, após derrotar os locais Gerson e Prawdzic, com 21/16 e 22/20, mas não resistiu aos alemães Erdmann e Matysiknas eliminatórias.