Duelo mais esperado das Eliminatórias, Brasil x Argentina no Mineirão promete ser um jogo equilibrado na próxima quinta-feira. E o equilíbrio que se espera para o clássico também se vê na preparação das equipes: as duas seleções começaram a chegar na noite de domingo a Belo Horizonte apenas com parte do grupo, terão que realizar seus primeiros treinos sem os elencos completos e verão as duas principais estrelas do jogo, Neymar e Messi, chegando à capital mineira apenas na terça-feira.

Messi e Neymar estiveram em campo no domingo na vitória do Barcelona sobre o Sevilla por 2 a 1, em partida válida pelo Campeonato Espanhol. Por causa desse jogo, os dois jogadores só chegam ao Brasil na terça-feira, assim como Giuliano (do Zenit) e o argentino Mascherano, também da equipe catalã.

Além deles, outros sete jogadores do Brasil não irão participar do primeiro treino da seleção em solo mineiro. Thiago Silva, (PSG), Miranda (Inter de Milão), Marquinhos (PSG), Daniel Alves (Juventus) e Alisson (Roma) têm chegada prevista para Belo Horizonte apenas no fim da tarde, período em que Tite estará comandando um treino aberto à torcida no Estádio Independência. O goleiro Weverton, do Atlético-PR, chegará por volta das 15h e irá direto ao local do treino.

Na manhã desta segunda se apresentaram Filipe Luis (Atlético de Madrid), Marcelo (Real Madrid), Willian (Chelsea), Philippe Coutinho (Liverpool) e Roberto Firmino (Liverpool). Ele se uniram aos outro dez atletas do Brasil que já estavam no hotel onde a seleção está concentrada. Com isso, a atividade desta segunda-feira irá contar com 16 jogadores.

Já os argentinos deverão estar com apenas 11 jogadores para o primeiro treino da equipe, marcado para às 16 horas na Cidade do Galo, CT do Atlético Mineiro. Emmanuel Mas, Fernando Belluschi, Marcos Acuña, Guido Pizarro, Nahuel Guzmán, Ángel Correa e Ezequiel Lavezzi chegaram a Minas ainda no domingo, enquanto Sergio Agüero, Nicolás Otamendi, Pablo Zabaleta e Lucas Biglia se apresentaram na manhã desta segunda.