A seleção brasileira masculina de basquete ganhou do Uruguai por 66 a 61, na noite desta segunda-feira, na Isla Margarita, na Venezuela, e terminou o Campeonato Sul-Americano na terceira colocação. Assim, o Brasil garantiu vaga no Jogos Pan-Americanos de Toronto, em 2015.

Apenas os três primeiros colocados do Sul-Americano conseguiram vaga no Pan – Argentina e Venezuela foram os outros classificados. Antes, o Brasil já tinha se garantido no Torneio Pré-Olímpico das Américas, que também acontece em 2015, por ter ficado entre os quatro melhores.

O Brasil foi ao Sul-Americano com o time B, enquanto os principais jogadores da seleção ficaram treinando para o Mundial da Espanha, que começa no dia 30 de agosto. Nem o técnico Ruben Magnano viajou para a Venezuela, o que fez seu auxiliar José Neto assumir o comando.

Além da busca pelo título e pelas vagas em disputa, o Sul-Americano serviu para a comissão técnica observar jogadores que podem integrar a seleção no Mundial. Atualmente, Magnano trabalha com 10 atletas, o que deixa duas vagas abertas no grupo que vai para a Espanha.

Na campanha brasileira na Isla Margarita, o armador Raulzinho e o pivô Rafael Hettsheimeir foram os jogadores que tiveram maior consistência. Sob a liderança deles, o Brasil venceu Paraguai (73 x 56) e Equador (106 a 54), mas perdeu para a Argentina (64 a 59) na primeira fase.

Na semifinal, o Brasil perdeu para a anfitriã Venezuela por 66 a 65 e ficou fora da disputa do título sul-americano. Restava, portanto, a luta pela medalha de bronze, o que a seleção brasileira acabou conquistando nesta segunda-feira, ao ganhar do Uruguai por 66 a 61.

No jogo desta segunda-feira, o Brasil sofreu para conseguir confirmar o favoritismo diante do Uruguai. Mas contou com Rafael Hettsheimeir, com 14 pontos e 10 rebotes, e Vitor Benite, com 16 pontos, para garantir a vitória e se classificar também para os Jogos Pan-Americanos.