O sorteio dos grupos da Copa do Mundo de 2010, realizado nesta sexta-feira na Cidade do Cabo, colocou no caminho do Brasil dois dos maiores atacantes do futebol mundial: o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, e Didier Drogba, artilheiro do Chelsea, da Inglaterra.

Eleito pela Fifa o melhor jogador do mundo no ano passado, Cristiano Ronaldo foi contratado a peso de ouro pelo Real, na maior transação da história do futebol, e é uma das principais estrelas do próximo Mundial.

O jogador já enfrentou o Brasil em amistosos, mas pela primeira vez terá pela frente o time de Dunga em uma competição oficial. Na última vez em que encarou os brasileiros, o astro português amargou uma derrota por 6 a 2, em novembro de 2008, em duelo no Distrito Federal.

Já o confronto de Drogba contra o Brasil é inédito, mas o marfinense já mostrou o seu poder de fogo na Copa do Mundo de 2006 e vem se consolidando como um dos principais jogadores do futebol europeu.

NOVATOS E A POTÊNCIA – A seleção brasileira enfrentará dois novatos em Copas do Mundo e uma potência do futebol mundial, já experimentada na competição, na primeira fase do torneio que será disputado na África do Sul.

Primeiro rival do Brasil, a Coreia do Norte fará apenas a sua segunda participação em um Mundial, assim como a Costa do Marfim, que estreou na edição de 2006, na Alemanha, e será o segundo adversário dos brasileiros. Já a seleção portuguesa, contra quem o time dirigido por Dunga fechará a sua participação no estágio inicial, disputará pela quinta vez uma Copa do Mundo.

Na sua única participação, em 1966, na Inglaterra, os coreanos surpreenderam com uma vitória sobre a Itália, que colocou o país asiático nas quartas de final. Em seguida, chegaram a estar vencendo Portugal por três gols de diferença, mas Eusébio marcou quatro vezes para eliminar a Coreia do Norte da competição.

A Costa do Marfim, por sua vez, disputa a sua segunda Copa do Mundo depois de ter sido eliminado na primeira fase do Mundial de 2006 ao cair em um grupo duríssimo, que contava com a presença de Holanda e Argentina.

Já Portugal chega ao seu quinto Mundial depois de ter participado das Copas de 1966, 1986, 2002 e 2006. Na sua primeira participação, obteve o seu melhor desempenho, com o terceiro lugar, e 40 anos mais tarde ficou com a quarta colocação na competição disputada na Alemanha.