As estatísticas andam na moda no futebol – embora alguns achem uma chatice -, e no caso da seleção brasileira valem ser destacadas. O time do técnico Carlos Alberto Parreira chegou à 11.ª vitória consecutiva em Mundiais; ninguém antes havia conseguido tal proeza. O Brasil também tem 201 gols, a maior artilharia na história do torneio. Ronaldo, que abriu a festa, chegou a 15 gols e, 32 anos depois,

fez cair o recorde do alemão Gerd Müller (14, entre as Copas de 1970 e 74). Cafu completou 19 jogos de Mundiais com a amarelinha – marca nacional – e tem 16 vitórias. Superou os alemães Matthäus e Overath.

Uma pesquisada aqui, uma forçada de barra ali, e provavelmente mais algum número curioso pode aparecer.