A seleção brasileira masculina de basquete voltou com tudo à quadra em Mar del Plata depois da vitória histórica sobre a anfitriã Argentina na quarta-feira. Jogando pela primeira posição da segunda fase, a equipe verde-amarela manteve o embalo e, com consistência entre ataque e defesa e uma boa atuação do pivô Tiago Splitter, arrasou o forte time de Porto Rico por 94 a 72, garantindo a liderança e confirmando o duelo com a República Dominicana – único time que bateu o Brasil na competição, e que agora se interpõe entre a sonhada volta a uma Olimpíada após 16 anos de ausência.

Com 13 pontos, o Brasil terminou a primeira fase ao lado da Argentina, mas levando a melhor sobre os anfitriões por conta do confronto direto, primeiro critério de desempate.

A Seleção pegará hoje os dominicanos, que ficaram no quarto posto e com 11 pontos: quatro triunfos e três derrotas. Argentinos e portorriquenhos, que ocuparam respectivamente as segunda e terceira posições, decidem a outra classificação olímpica.

O reencontro entre brasileiros e dominicanos será hoje, às 21h15 (de Brasília), pela semifinal do Pré-Olímpico, definindo a vaga para Londres. Na primeira fase, pela terceira rodada, a Seleção foi derrotada pelos centroamericanos por 79 a 74. Antes, às 19h, Argentina e Porto Rico fazem a outra semi.